18.2 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 16, 2022

Birigui fica novamente sem transporte público; prefeitura vai penalizar empresa

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A empresa Auto Viação Suzano protocolou novo ofício na prefeitura de Birigui informando a paralisação do transporte público na cidade, novamente, a partir desta sexta-feira (18). Nesta quinta-feira (17), venceu o prazo estabelecido judicialmente para o pagamento de um aporte financeiro do poder público para a empresa concessionária do transporte público.

Com a decisão judicial ocorreu em 17 de dezembro, o prazo era até ontem, porém, a prefeitura de Birigui alega que o valor já foi pago à Auto Viação Suzano e a recomposição de tarifas do transporte coletivo também foi feita dentro do prazo legal.

Em nota enviada à imprensa pela assessoria da prefeitura, nesta quinta-feira (17), o poder público informa que está tomando todas as providências para a contratação de uma nova empresa para fazer a prestação do serviço de transporte coletivo em Birigui “o mais breve possível” para que a população não seja prejudicada.

De acordo com o texto da nota, a secretaria de mobilidade urbana de Birigui segue tomando as medidas legais contra a empresa Auto Viação Suzano pela inexecução do contrato, já que no último dia 3 de março, o serviço acabou sendo rompido de forma abrupta e a cidade ficou um dia inteiro sem transporte coletivo. Segundo a prefeitura, o processo de penalização está em andamento.

Ainda de acordo coma prefeitura, não há motivos para a nova paralisação do serviço anunciada pela empresa já que, segundo o poder público biriguiense, o pagamento do valor referente à última parcela da subvenção prevista em lei e o reequilíbrio econômico financeiro do contrato, foram acertados dentro do prazo legal estabelecido.

“Não há, no momento, decisão judicial que leva a empresa a paralisar novamente o serviço, prejudicando a população”, encerra a nota da prefeitura.

Segundo decisão judicial, o valor a ser pago como subvenção à empresa era R$ 200 mil, o que segundo a prefeitura já foi quitado.

Impasse

Esta é a segunda vez que a empresa concessionária do transporte de Birigui paralisa os serviços. Na primeira vez, a paralisação ocorreu dia 3 de março, um dia depois do anúncio do reajuste nas tarifas do transporte coletivo de R$ 3,63 para R$ 4,75. 

O reajuste também era parte da decisão judicial a ser cumprida pela prefeitura junto à empresa.

Na oportunidade, após ficar um dia sem prestar os serviços, a Auto Viação Suzano reconheceu o erro e protocolou pedido na prefeitura pela retomada dos serviços no dia 4 de março.

O transporte coletivo retornou no dia seguinte, mas com apenas 33% da frota, já que apenas quatro ônibus fizeram todos os trajetos previstos da cidade, causando maior tempo de espera para os usuários.

 

Ultimas Noticias