21.9 C
Araçatuba
sábado, maio 21, 2022

Araçatuba tem boa expectativa para efetivação de temporários do comércio

DA REDAÇÃO – DIEGO FERNANDES

Dados da Associação Brasileira do Trabalho Temporário mostram que no ano passado, cerca de 22% dos trabalhadores temporários foram efetivados, o que significa cerca de 500 mil profissionais que permaneceram nos seus empregos após um período de experiência.

Os dados apontam um crescimento em relação a 2019/ 2020, no período pré-pandemia, quando o índice de efetivação ficou em 15%. Uma das explicações para a maior efetivação é a necessidade das empresas de repor funcionários que acabaram saindo devido ao período de pandemia.

Especificamente neste mês de janeiro, com muitas pessoas afastadas em diversos setores por sintomas de covid, a manutenção de funcionários temporários e a reposição passaram a ser mais importantes.

Em Araçatuba, o comércio foi o principal setor de abertura de vagas temporárias no fim do ano passado e a possibilidade de efetivação cresceu, segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Araçatuba, Gener Silva.

Com boa parte dos contratos temporários se encerrando neste mês de janeiro, a expectativa é boa quanto a manutenção de um bom índice de efetivação destes funcionários em áreas como comércio e serviços na cidade.

“A gente tem tido um movimento e um consumo muito bom, isso com certeza vai refletir nestas contratações”, afirmou Gener Silva quando projetou a abertura de vagas temporárias. “A principal queixa do consumidor hoje é sobre o atendimento. E tem pessoas que têm aptidão natural para o relacionamento, tem empatia natural. Essas pessoas têm maiores chances de permanecer no emprego após o período”, completou o presidente do sindicato sobre as possibilidades de efetivação.

Para a psicóloga Andrea Marrette, especialista em capacitação profissional, alguns pontos são importantes para os trabalhadores temporários conseguirem seguir no emprego, ou mesmo para aqueles que buscam uma recolocação no mercado de trabalho.

“Primeira coisa é a questão do autoconhecimento, saber o que eu tenho de habilidade, competência, o que eu quero para mim. O porquê você quer trabalhar naquela empresa. Seja verdadeiro, você precisa do emprego, vá, dê o seu melhor, e com certeza a vaga vai chegar”, afirmou a psicóloga.

 

Ultimas Noticias