22.6 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 25, 2022

Araçatuba recebe mais de 1.000 doses da Pfizer e amplia vacinação de crianças; Coronavac é liberada

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Araçatuba passará a vacinar crianças de 5 a 11 com comorbidades a partir da próxima segunda-feira (24). Desde terça-feira (18), o município já está vacinando as crianças desta faixa etária que são indígenas, quilombolas, portadoras de deficiência e imunossuprimidos.

Para o início da vacinação, Araçatuba havia recebido 830 doses de vacinas da Pfizer no sábado (15). Nesta quarta-feira (19), chegaram mais 1.010 doses do mesmo fabricante no município.

A vacinação de crianças contra a covid-19 ganhará mais alguns locais para imunização, como a UBS São Vicente, do Centro e do bairro TV.

De segunda à sexta, a imunização de crianças de 5 a 11 anos será feita das 10h às 13h nas UBSs São Vicente, Umuarama I e II, Alvorada, Dona Amélia, Planalto, São José e Taveira.

Já no período da tarde, entre 14h e 17h, a vacinação ficará disponível nas UBSs Centro, TV, Atlântico, Turrini, Maria Tereza, Águas Claras, Pedro Perri, Iporã e Morada dos Nobres.

É obrigatório que os pais apresentem documento com foto e comprovante de comorbidade ou PCD da criança a ser vacinada.

Araçatuba possui 15.857 crianças entre 5 e 11 anos na cidade, sendo 2.744 que possuem comorbidades e estão no público alvo da próxima etapa da campanha, que começa na semana que vem.

Coronavac aprovada

O governador João Doria confirmou nesta quinta-feira (20) o prazo de três semanas para aplicação da dose inicial contra a Covid-19 em todas as 4,3 milhões de crianças de São Paulo. Com aval da Anvisa, haverá uso imediato de 8 milhões de doses da Coronavac nos 645 municípios paulistas. Outras 7 milhões de vacinas serão oferecidas a Estados e Prefeituras que tiverem interesse no imunizante do Instituto Butantan.

“É mais um momento histórico em defesa da ciência e da vida este início da vacinação com a Coronavac, a vacina do Butantan, de crianças de seis a 11 anos”, afirmou Doria. “Quero cumprimentar e agradecer à Anvisa pela postura em defesa da vida, da existência e do direito dos brasileiros de optarem pela vacina para sua proteção e de seus filhos”, acrescentou.

As primeiras aplicações infantis com a Coronavac começaram na tarde desta quinta, na zona oeste de São Paulo (SP).

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou ontem o uso do imunizante por crianças de seis a 11 anos em todo o Brasil, atendendo a pedido do Governo do Estado e do Butantan. A exceção é para as crianças imunossuprimidas, que devem tomar o imunizante da Pfizer. (Com informações do governo de SP)

 

Ultimas Noticias