Home Cidades Araçatuba Araçatuba fica longe da meta de vacinação contra a poliomielite

Araçatuba fica longe da meta de vacinação contra a poliomielite

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

No último dia da campanha de vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil), que havia sido prorrogada em todo o estado de São Paulo, Araçatuba divulgou os dados da cobertura vacinal da campanha no município.

Foram imunizadas 63,47% da população, segundo números divulgados na tarde de ontem pela saúde. Das 8.421 crianças entre 6 meses e 5 anos de idade, público-alvo da vacina, 5.345 havia se dirigido aos postos de saúde para a imunização, até a última atualização. A intenção era vacinar, pelo menos, 95% das crianças.

Foram 906 crianças que foram vacinadas na cidade no período que durou a prorrogação da campanha, nas duas primeiras semanas de novembro. Até o final de outubro, a saúde de Araçatuba havia vacinado 4.439 crianças até 5 anos incompletos, o que correspondia a 52,71% do público-alvo.

A campanha havia sido prorrogada por causa da baixa adesão em boa parte dos municípios. No estado de São Paulo, até a última quinta-feira, véspera do fim da campanha, apenas 52,4% do público havia sido imunizado em todo o estado. Mesmo com a finalização da campanha, as vacinas contra a poliomielite seguem disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde.

No caso da campanha de multivacinação, mesmo com o fim da prorrogação, as doses seguem sendo aplicadas. No total, há 14 tipos de vacinas que protegem contra cerca de 20 doenças: BCG (tuberculose); rotavírus (diarreia); poliomelite oral e intramuscular (paralisia infantil); pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, Haemophilus influenza tipo b – Hib); pneumocócica; meningocócica; DTP; tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); HPV (previne o câncer de colo de útero e verrugas genitais); além das vacinas contra febre amarela, varicela e hepatite A. Além disso, neste ano, também passou a integrar o SUS uma nova vacina, já inserida na campanha: Meningo ACWY, que protege contra meningite e infecções generalizadas, causadas pela bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y.

De acordo com os últimos dados da vigilância epidemiológica municipal, uma das vacinas aplicadas, a da febre amarela, atingiu a meta de doses, com 97% do público imunizado. Outra vacina que teve alta cobertura na cidade foi a do sarampo, que chegou a 99% do público protegido. A vacina pneumocócica teve 94% de cobertura.

A vacinação atinge pessoas de até 15 anos, que podem procurar os postos munidos com a carteirinha de vacinação, para atualização das doses.

Desde 5 de outubro, quando teve início a campanha de multivacinação em todo o estado, cerca de 724,7 mil crianças e adolescentes de 5 a 14 anos comparecerem nos pontos para atualização da carteira vacinal. Destes, 344,9 mil tiveram vacinas aplicadas, representando 47,6% do público-alvo.

Já na faixa de crianças com menos de um ano, o resultado é um pouco mais positivo. Das 377,6 mil que estiveram nesses serviços, mais de 265,6 mil foram vacinadas, o que representa 70,3% do total.

As campanhas tiveram como principal objetivo aumentar a cobertura vacinal e atualizar cadernetas, aplicando doses de vacinas importantes e que podem estar pendentes, garantindo assim a devida proteção contra os vírus que circulam no território.

 


Compartilhe esta notícia!