Home Cidades Araçatuba Antigo hospital será centro regional de combate ao coronavírus

Antigo hospital será centro regional de combate ao coronavírus

11 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – PENÁPOLIS

O antigo Hospital Luís Valente, em Penápolis, está sendo estruturado para abrigar um centro de referência regional de atendimento a casos de coronavírus.

A expectativa do prefeito Célio de Oliveira (sem partido) é de que, em 15 dias, a unidade esteja pronta para receber pacientes de todos os municípios da região.

O serviço funcionará em parceria com o Estado.

O município precisa apenas deixar a estrutura funcional pronta – com respiradores, camas, entre outros equipamentos e objetos – para que o Estado faça o credenciamento de leitos, pagando o custo operacional e de mão de obra para o centro.

Os valores ainda não foram divulgados.

O acerto, disse Célio, foi feito na última semana, durante conversa com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM).

Diante dessa definição, nesse sábado, começaram as adequações. “Em 15 dias, queremos o centro pronto para, aí sim, darmos uma segurança de atendimento, permitindo a volta gradual e com medidas preventivas para o nosso comércio como, aliás, estamos fazendo”, disse.

Segundo o prefeito, hoje, a Santa Casa de Penápolis, tem dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas para atender todas as patologias. “Então, é necessária criar essa estrutura que propusemos ao Estado”, ressaltou o chefe do Executivo municipal. “O Estado vai entrar com o custeio e nós vamos entrar com toda a montagem”, enfatizou.

Toda a adequação será feita pela Prefeitura junto com a AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil), organização social que administra a Santa Casa. Conforme o chefe do Executivo municipal, essa empresa já fez a aquisição de respiradores e contratará funcionários.

Hoje, o prédio do antigo hospital é alugado pela Santa Casa para desenvolvimento de projetos futuros. Mas, como, atualmente, o imóvel está vazio, a administração municipal decidiu estruturá-lo para a criação do centro de referência.

No total, a unidade contará com dez leitos de suporte e dez, de UTI. “Com isso, o objetivo é atender Penápolis, nossa comarca e as cidades da região”, ressaltou. “Sendo um serviço estadual, a região se beneficia também”, frisou o prefeito que, na semana passada, esteve no local. A visita foi acompanhada por Antonio Pinotti e José Pendro Pinotti, presidente e diretor de gestão da AHBB, respectivamente; pelo médico Luís Henrique Valente, cuja família é proprietária do prédio; pelo secretário de Saúde, Wilson Carlos Braz.

CASOS

Em Penápolis, até a última sexta-feira, quando foi divulgado o boletim mais recente sobre a situação da covid-19 no município, havia 33 casos suspeitos notificados. Deles, apenas dois eram de outras cidades.

Até o momento, a única morte confirmada por coronavírus na região aconteceu em Penápolis. Foi em um homem de 53 anos. Há ainda dois óbitos em investigação (homens de 92 e 62 anos) e três casos positivos à espera de contraprova de exame pelo Instituto Adolfo Lutz. Destes, dois pacientes estão recuperados – um casal da Vila Fátima, conforme O LIBERAL noticiou na terça-feira passada. Outros dez casos suspeitos aguardam resultado do exame laboratorial. Do total de notificados, 17 casos foram descartados.

Dos casos notificados, 13 são homens e 20 pacientes são do sexo feminino. Em relação à faixa etária, dois casos são em menores de 12 anos, seis casos estão na faixa de 13 a 30 anos. Quinze pacientes têm idades entre 31 a 59. Dez são idosos, com idade superior a 60 anos.

 

Resultado de exame dá negativo para bebê de 2 anos

Resultado de exame em bebê de 2 anos com suspeita de coronavírus, internado na Santa Casa de Araçatuba, deu negativo para a doença. O hospital recebeu na última sexta-feira a análise do material colhido na criança, que mora em Ilha Solteira. A criança segue internada na UTI Neonatal e Pediátrica em quadro clínico estável, aguardando, agora, resultado de exame de amostras colhidas para análise de Influenza.

Também na sexta-feira passada, paciente de 52 anos com a doença confirmada recebeu alta. Atualmente, no hospital, seguem 7 pacientes internados, seis dos quais ainda sem diagnóstico fechado para covid-19. Cinco deles estão no isolamento, um na UTI Geral Adulto e uma na UTI Neonatal e Pediátrica.

Ao todo, Araçatuba tem 19 pacientes com coronavírus. De 187 notificações feitas pela Vigilância Epidemiológica desde o início da pandemia, 55 aguardam o resultado de exame e 45 deram negativo para a doença.

REGIÃO

Birigui segue com dois casos positivos, ambos de funcionários da saúde, e duas mortes em investigação. Em Andradina, de 76 casos notificados, dois já foram descartados, ou seja, não preenchem sintomas para confirmação da doença estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Em Lins, o número de casos descartados é igual ao de Andradina, mas a Vigilância Epidemiológica do Município investiga duas mortes que podem estar relacionadas.

TRÊS LAGOAS

Em Três Lagoas (MS), foram notificados 60 casos, seis ainda aguardam resultado, enquanto 43 foram descartados e dois excluídos. Na sexta-feira, pela manhã, mais um caso foi confirmado, sendo de uma mulher de 38 anos. Portanto, o município contabiliza 09 casos positivos para COVID-19.

BRASIL

Em todo o País, são 1.057 mortes. O número de mortes tem dobrado a cada três dias. Era apenas uma em 17 de março, foi a 46 no dia 24 e chegou a 201 no último dia 31. Já no dia 7 de abril, estava em 667. Agora, já supera a quantidade de mil.

Hospital Regional de Três Lagoas em fase final
O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, está investindo alto na construção do Hospital Regional de Três Lagoas e espera entregar a unidade entre o final de maio e início de junho, principalmente neste momento, em que há necessidade de ampliar a oferta de leitos. O prédio, de mais de 15 mil metros quadrados, vai oferecer diversos serviços especializados. Vão ser mais de 200 leitos.
O investimento na construção do prédio é superior a R% 50 milhões e mais de R$ 34 milhões na compra de euipamentos.

 


Compartilhe esta notícia!