6.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

A partir de conversa de bar, surge ação para tornar mais feliz o Natal das crianças

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Véspera do Natal de 2013, Araçatuba. O comerciante Pedro Marcos dos Santos, então com 48 anos, havia recebido em seu bar, no Jardim Rosele, potes com paçocas e chicletes. Em conversa com quem estava no estabelecimento, resolveu sair pelas ruas do bairro distribuindo os doces para as crianças. Foi uma agitação. Muitas crianças foram atrás de quem fazia a distribuição. Porém, a quantidade foi pouca. Houve meninos e meninas que não receberam.
Aquela singela iniciativa de fazer sorrir as crianças de um dos bairros mais periféricos da cidade motivou a criação de um grupo que, desde então, a cada Natal, se junta para levar presentes, diversão e muita alegria aos baixinhos. Em 2018, a festa para as crianças organizada pelo grupo Atitude&Cia chegou à sua quinta edição.
O evento, realizado ontem de manhã, na praça Allan Kardec, bairro Planalto, foi preparado para aproximadamente 300 crianças. Da simplicidade como a ação se originou, há cinco anos, restam os organizadores e o espírito de solidariedade no Natal. Hoje, além de um ponto fixo, o grupo conta com estrutura e parceiros para fazer o bem.
Líder do grupo, formado por 20 pessoas, Pedro Marcos conseguiu apoio financeiro de 25 empresários para fazer uma grande festa. Cada um deles deles contribuiu com R$ 100 e, nessa segunda-feira, tiveram seus nomes ou suas empresas mencionados no banner afixado no local da comemoração. Com o dinheiro, foi possível alugar seis brinquedos: escorregador, pula-pula, futebol de sabão, touro mecânico, piscina com bolinhas e um tobogã.
Tudo isso, fora as outras atrações da confraternização, feita pelos voluntários do grupo. Havia papai noel, que chegou perto do horário do almoço. Foram distribuídas, para cada criança, sacolinhas com salgadinhos, balas e outros doces. Meninos ganharam pipas, enquanto as meninas, bolas. Houve também entrega de cachorro-quente, refrigerante, pipoca e algodão-doce. Antes, havia sido feito ainda todo um trabalho a fim de divulgar a festa. No domingo, um carro passou pelas ruas da localidade anunciando a ação que iria ocorrer no dia seguinte.
“Acredito que o nome do nosso grupo faz jus à ação que fizemos. Tivemos uma atitude, numa conversa de bar, e estamos aperfeiçoando-a, sempre”, diz Pedro Marcos, mais conhecido como Peroka. “No começo, fazíamos a festa no Natal e no Dia das Crianças também. Mas havia um conflito. Quem colaborava no Dia da Crianças, às vezes, não colaborava no Natal e vice-versa. Então, pelo segundo ano consecutivo, reunimos os esforços para fazer uma só festa, mas grande, na véspera do Natal”, explica o líder do grupo.

Ações solidárias se multiplicam pela cidade

Dentre tantos sinônimos que o Natal tem, como fé e estar reunido em família, solidariedade também não pode ser deixada de lado. Em Araçatuba, várias são as ações que fazem valer este conceito, seja voluntária, partindo de setores da comunidade ou de instituições que representam a sociedade.
Um dos trabalhos de grande destaque foi a campanha Natal Solidário, da Polícia Civil. Neste ano, mais de 2,5 mil brinquedos foram doados às crianças dos bairros Etemp e Traitu. A chegada foi marcada por muita festa, com papais e mamães noeis fazendo a distribuição.
Segundo o vereador Carlinhos do Terceiro, que é escrivão da Polícia Civil, houve ainda outras iniciativas, como o sorteio de prêmios (televisores, batedeiras, entre outros) e o recolhimento de armas de brinquedo. “O objetivo é não estimular a entrega desse tipo de presente, que tem sido muito usado nos crimes”, explica.
No Umuarama, um grupo de voluntários faz festa semelhante à de Peroka há mais de 15 anos. Tem de tudo. Brinquedos, como pula-pula, escorregador gigante e touro mecânico, são algumas opções. Também são dados cachorro-quente, refrigerantes e algodão doce, além de bolas distribuídas.

 

Ultimas Noticias