DESTAQUE - Realização do evento movimento diferentes setores da instituição

1º Congresso Internacional de Tecnologia na Educação repercutiu em mais de 130 países

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

“A realidade transcendeu e, hoje, o mundo virtual faz parte dessa realidade”. A frase dita pelo Diretor do Unisalesiano de Araçatuba, padre Erondi Tamandaré – sdb, define bem o resultado do 1º C.I.T.E. (Congresso Internacional de Tecnologia na Educação), promovido pelo Unisalesiano e aberto para mais de 130 países, por meio de uma parceria de divulgação com a Rede Mundial IUS (Instituições Salesianas de Educação Superior).
O evento, realizado de forma online entre os dias 13 e 15 de outubro, alcançou milhares de acessos. Os inscritos tiveram a chance de assistir mais de 90 palestras das áreas da saúde, sociais, tecnológicas e exatas. E também palestras ao vivo com influenciadores digitais, como o youtuber Thiago Nigro, criador do canal do Youtube, O Primo Rico; e Pierre Mantovani, CEO e sócio-fundador da Omelete Company.
Além disso, os participantes puderam investir na certificação digital e NFT – “non-funglibe token” ou “token não-fungível”, em tradução livre. Trata-se de uma tecnologia que transforma qualquer mídia digital em algo único e insubstituível através de um blockchain (um tipo de protocolo de segurança), registrado no BCA – Brazyl Crypto Art.
De acordo com padre Erondi, o Congresso inseriu, estimulou e refletiu sobre a importância da Tecnologia na Educação e no cotidiano da vida real da sociedade. “A adesão nacional e internacional do evento e sua repercussão demonstram que o Unisalesiano, como toda Organização séria, está em diálogo com a sociedade, vislumbrando uma realidade futura, que é construída a partir das respostas que damos hoje”, salientou o Diretor do Unisalesiano de Araçatuba.
Para o pró-Reitor de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação do Unisalesiano, André Ornellas, o Congresso atingiu seu objetivo, que foi promover avanços tecnológicos impactantes e também mudanças no padrão de pensamento. “Reflexões necessárias aconteceram durante os três dias de evento. Foram fundamentais para transformar e evoluir o pensamento de quem participou”, completou.
O reitor do Unisalesiano e iretor do Unisalesiano Lins, padre Paulo Fernando Vendrame, salientou que a realidade virtual, hoje, mais do que nunca, tornou-se uma extensão do nosso cotidiano, e é possível usar essa realidade virtual como um meio de formação humana e profissional. “A pandemia acelerou a reinvenção da educação e o Unisalesiano foi capaz de descobrir esse caminho novo e de utilizar essas ferramentas como um meio privilegiado de continuar a sua missão educacional”, ressaltou.
Para quem se inscreveu e investiu na certificação do evento, terá acesso a todo o conteúdo (+ de 90 palestras) por mais 30 dias, pelo site congresso.unisalesiano.com.br.

Veja também

Chuva com vendaval e granizo causa transtornos

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Chuva com rajadas de vento na tarde dessa segunda-feira (6), em …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *