20.3 C
Araçatuba
segunda-feira, junho 27, 2022

Aposentada e o filho perdem quase R$ 4 mil em golpe dos cartões de crédito

Uma aposentada de 66 anos procurou a Central de Flagrantes de Araçatuba, na tarde de quarta-feira (5), depois de cair em um golpe de cartões de crédito. A vítima pensou que eles foram clonados e os entregou a um rapaz desconhecido. Minutos depois, os criminosos fizeram uma transferência de quase R$ 4 mil.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a idosa recebeu uma ligação de pessoa desconhecida se passando por funcionária das lojas Americanas. Do outro lado da linha, a autora perguntou se a vítima aprovava uma compra realizada no cartão de crédito. Com medo de ser lesada, a declarante respondeu negativamente, já que não tinha realizado compra alguma e que não aprovava tal transação.

A estelionatária respondeu que o cartão da aposentada havia sido clonado. A aposentada se desesperou e perguntou o que poderia fazer. A suposta atendente começou a fazer perguntas de quem estaria na residência, quantos cartões possuíam, os valores e os dados pessoais.

Sem perceber que estava caindo em um golpe, a mulher respondeu que também era responsável por um cartão do filho, morador na Bélgica, e que o mesmo depositava dinheiro e ela tinha uma procuração para sacar os valores. A criminosa, então, informou que uma pessoa iria até a casa da idosa para buscar todos os cartões a fim de levá-los até uma delegacia especializada para o registro de um boletim de ocorrência.

ENTREGA

Cerca de 15 minutos depois, um rapaz desconhecido chegou até a residência, utilizando uma moto vermelha e crachá com nome de Vitor Queiroz e pegou os cartões dentro de um envelope. O suspeito foi embora e desde então não foi mais visto.

Passado algum tempo, a aposentada fez contato com o filho e informou o ocorrido. Ele percebeu que os bandidos realizaram uma transferência no valor de R$ 3.890,00 para uma mulher chamada Vanessa Queiroz. Foi, então, que a declarante percebeu que tinha caído no golpe. As vítimas conseguiram realizar o cancelamento dos cartões junto ao Banco do Brasil.

A Polícia Civil abriu inquérito para dar prosseguimento às investigações. Nessa semana, outros golpes parecidos também foram registrados na delegacia. A suspeita é de que a mesma quadrilha esteja praticando esse tipo de ação. Até agora, ninguém foi preso.

Ultimas Noticias