Secretário João Leme está em isolamento domiciliar

Secretário de Saúde reconhece que as próximas semanas serão difíceis

Compartilhe esta notícia!

O secretário municipal de Saúde de Andradina, doutor João Leme, concedeu entrevista ao SRC para falar sobre os problemas da pandemia e os cuidados que devem ser observados. A entrevista foi concedida a Salvador Placco Neto. “Sem dúvida nenhuma a situação no país não está boa. Andradina está ligeiramente tranquila em comparação aos piores números que o nosso país tem apresentado nessa semana. Mas a gente tem que se precaver, se preparar para isso aí, pois o pior pode estar por vir na nossa cidade nas próximas duas semanas. Toda a região a gente tem que ficar na espreita, tem que ficar com atenção toda voltada para a prevenção da covid”, disse o doutor João Leme.

Quanto à vacinação ele disse que as doses têm chegado e de maneira pontual, de maneira responsável o município está ministrando as vacinas. “Já somamos 3 mil vacinados em Andradina. As faixas acima de 80 anos continuam sendo vacinadas e a partir de hoje (ontem), 77 e mais podem procurar os pontos de vacinação.

Segundo o doutor João Leme, a vacinação está sendo feita de forma não ocasionar aglomeração, ainda mais com esse grupo vulnerável. “Ainda não chegamos a 75 anos. De 80 fomos para 77. O programa pode sofrer pequenas modificações locais. Eu acredito que até domingo, existe a expectativa de nós chegarmos a 75 anos. As nossas modificações são para evitar aglomeração. Ela atende à caraterística da nossa população”, enfatizou.

ATENDIMENTO

Quanto ao atendimento hospitalar, o doutor João Leme disse que a Santa Casa está funcionamento normalmente e tem uma ala completamente separada, que é a ala covid, com enfermaria e UTI. Essa ala, segundo o secretário, hoje conta com 85% de ocupação, tanto na UTI como na enfermaria.

O secretário explicou que na Central Covid é feito o atendimento inicial e dependendo do estado, é colocado para dentro. “Nós tempos quartos que as pessoas que ficam em observação e depois é feita nova avaliação, se pode voltar para casa ou é internado na ala covid”, disse.

De acordo com o secretário, Andradina recebe pacientes de cidades vizinhas e também dos hospitais de Ilha Solteira e Penápolis. Há feita uma troca quando estes hospitais estão próximos a lotação. Há administração da disponibilidade de vagas.

 

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Depois de dois anos, Ilha Comprida volta a ser devastada por incêndio

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – CASTILHO Desde domingo a Ilha Comprida, no Rio Paraná, entre …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *