PRESERVAÇÃO - Manter as áreas isoladas é importante para equilíbrio da natureza divulgação

Polícia Ambiental faz inspeção em reservas para coibir invasões

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – CASTILHO

Nos fins de semana prolongado é muito comum a região receber grande número de pessoas para pesca e até mesmo para caça. Por isso, a Polícia Militar Ambiental tem cuidados especiais com áreas de preservação e reservas para impedir o inibir a ação irregular de caçadores e pescadores. Durante o desencadeamento da Operação Paz e proteção, a equipe realizou a intensificação do  Policiamento Náutico no Rio Aguapeí, desde a sede do Parque Estadual do Aguapei passando por toda a extensão da RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) até sua foz no Rio Paraná, com vistorias de pesca, incursão em trilhas, a fim de coibir ilícitos na esfera ambiental. Porém nada de ilícito foi constatado.

De acordo com a Polícia Ambiental, o trajeto percorrido pela equipe nesta data apresentava boas condições de navegabilidade mesmo havendo chuva em todo período do patrulhamento. Por se tratar de área com diversidade de animais, há sempre o risco de ocorrência de caçadores. Além disso, o Rio Aguapeí sempre foi muito procurado para pesca.

 

IMPORTÂNCIA DA FISCALIZAÇÃO

O Parque Estadual do Aguapeí foi criado pelos decretos estaduais 43.269/1998 e  44.730/2000, em uma área de 9.043,97, abrangendo os municípios de Monte Castelo, Nova Independência, São João do Pau d’Alho, Castilho, Guaraçaí e Junqueirópolis.

Já a A RPPN Foz do Rio Aguapeí, por sua vez, foi instituída pela Resolução SMA nº 117, de 9 de dezembro de 2010. A proprietária da RRPN é a Companhia Energética de São Paulo – CESP. A área total reconhecida é de 8.353,0241 hectares. Essa Unidade de Conservação abrange parte dos municípios de Castilho, São João do Pau D’Alho e Pauliceia.

Como a RPPN é contígua ao Parque Estadual do Rio Aguapeí, é formada uma área preservada superior a 17,4 mil hectares.

No entorno das reservas passam estradas e há muitas propriedades rurais, tornando o acesso mais fácil. No entanto, a Polícia Ambiental faz esse trabalho periódico de acompanhamento para ver a situação das áreas. 

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Shopping faz entrega de mil exemplares de livro em escolas e entidades de Araçatuba

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Como parte da programação do mês das crianças, a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *