: CALOR - Com aumento de temperaturas, umidade do ar vira preocupação

Defesa Civil faz alerta de clima de deserto com umidade podendo chegar em apenas 7% na região

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Mesmo com as poucas chuvas dos últimos dias, o calor não deu trégua nas regiões de Araçatuba e Andradina. Na tarde desta sexta-feira (17), a Defesa Civil do estado de São Paulo emitiu novo alerta para a baixa umidade do ar nas regiões e em outros pontos do noroeste paulista. Para a semana que vem, a previsão é de que a umidade chegue ao nível de 7%, considerado de alto risco para os seres humanos. Já as temperaturas ficarão novamente bem próximas aos 40 graus. Não há previsão de chuvas para os próximos dias.

 

A umidade relativa do ar chegou a 12% durante a tarde de ontem em Araçatuba e em Andradina. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o mínimo para as boas condições de vida humana é que a umidade esteja em, pelo menos, 60%. E a previsão para os próximos dias é de que a subida gradativa da temperatura traga consequências para a umidade do ar, de acordo com dados do portal ClimaTempo.

 

Em Araçatuba, por exemplo, a temperatura máxima nesta sexta-feira foi de 36 graus. Para este sábado (18), a previsão de máxima é a mesma, mas com a umidade chegando a 11%. Já no domingo, os termômetros devem chegar aos 37 graus com a umidade em 10%. 

 

Porém, os níveis mais críticos devem ser sentidos a partir do início da semana que vem. Na segunda (20), a temperatura máxima na cidade vai a 38 graus e a umidade relativa do ar mínima deve atingir 9%, enquanto na terça (21), a umidade pode ficar em 8% na sua condição mínima com termômetros atingindo os 39 graus. 

 

Já para Andradina, a previsão é ainda mais alarmante. O clima de deserto já toma conta da cidade neste sábado, principalmente no período da tarde, com máxima de 37 graus e umidade relativa do ar mínima de 10%. No domingo, segunda e terça, as máximas crescem um grau a cada dia, chegando a 39, 40 e 41 graus, respectivamente, com a umidade do ar mínima ficando em 9%, 8% e 7%, respectivamente. 

 

Por conta deste cenário, a Defesa Civil SP recomenda que as pessoas evitem exercícios físicos ao ar livre nos períodos mais quentes, além de umidificar o ambiente constantemente, permanecendo em locais protegidos do sol  e consumindo bastante água.

 

Com a umidade relativa do ar muito baixa e o calor intenso, o clima fica propenso para incêndios em cobertura vegetal. A Defesa Civil, juntamente com o Corpo de Bombeiros, atua de forma constante para combater focos de queimadas, principalmente no período de seca.

 

A população pode comunicar ocorrência de queimadas pelos telefones 193 do Corpo de Bombeiros e 199 da Defesa Civil dos municípios. É importante também evitar queimadas, não colocando fogo em vegetações e não atirando bitucas de cigarro na beira das estradas. 

 

É importante que o cidadão residente no estado de São Paulo se cadastre para receber alertas de risco de desastres, gratuitamente, por mensagens de texto (SMS).

 

Para se cadastrar, a pessoa só precisa enviar uma mensagem por meio do aplicativo para envio de SMS do celular para o número 40199, constando o número do CEP que tem interesse em receber informações da Defesa Civil do estado. 

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Speed Park conclui mais uma edição da escolinha de kart

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – BIRIGUI A escolinha de kart é um projeto gratuito, realizado …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *