PREOCUPADO - Prefeito decreta situação de emergência devido ao aumento de casos de covid

Contaminação por coronavírus atinge 6,6 pessoas por dia em Castilho

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – CASTILHO

Mesmo com as novas medidas preventivas do Decreto Municipal Nº 6.444, que passaram a vigorar no último dia 15 de março, os casos positivos de coronavírus continuam aumentando em Castilho. Somente no intervalo compreendido entre o dia 16 de março e a manhã de ontem (23), a Secretaria de Saúde confirmou 46 novos casos positivos de infecção. Pela média, o número corresponde a 6,6 pessoas contaminadas diariamente no município.

É igualmente preocupante o quadro de internações hospitalares tanto na Ala Covid-19 do Hospital “José Fortuna” (que agora chegou a sete), quanto em UTIs de outras cidades: dois em Andradina, um em Mirandópolis e um em Franca. Na somatória geral, o número de internações que sete dias atrás chegava a oito, agora é de 11 pessoas.

A preocupação das autoridades de Saúde do Município é quanto à falta de leitos e respiradores em quantidade suficiente para atender esta demanda crescente. Além disso, a oferta de leitos de UTI em toda a região de Araçatuba está operando no limite máximo de sua capacidade, o que pode resultar na morte de pacientes com graves problemas respiratórios que não consigam vaga em caso de complicações no quadro de saúde que possa exigir a transferência urgente para uma UTI dentro do sistema de saúde pública.

 

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Diante do quadro atual, o prefeito Paulo Boaventura baixou decreto que declara Situação de Emergência para o enfrentamento da covid-19 em Castilho.

A preocupação é justamente com a falta de leitos tanto para internação comum no próprio município, quanto nas UTIs de toda a região. Para conter a disseminação da doença, ele determinou que as ações de fiscalização realizadas tanto pela Ronda Sanitária quanto pelos Policiais Militares em Atividade Delegada, sejam intensificadas em todo o município, principalmente para que se cumpra o “toque de recolher” que está em vigor durante todos os dias da semana, das 20h às 05h da manhã.

Preocupado com a falta de respiradores na Ala Covid do Hospital “José Fortuna”, Paulo Boaventura também autorizou nesta segunda-feira, 22, a compra de três equipamentos de respiração pulmonar hospitalar, no valor total de R$ 132.588,00.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Encontro visa discutir melhorias para o comércio

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – CASTILHO Na terça-feira (13), a Associação Comercial e Industrial de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *