PROGRAMAÇÃO - Começa a vacinação de pessoas com mais de 55 anos e comorbidades DIVULGAÇÃO

Andradina começa a vacinar pessoas com comorbidades nesta quarta-feira

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

O secretário de Saúde de Andradina, dr. João Leme anunciou nesta terça-feira (11) a vacinação contra covid-19 para pessoas com comorbidades e deficiências permanentes na faixa de 55 anos ou mais. Os grupos poderão tomar a primeira dose do imunizante já a partir desta quarta-feira (12).

“Este grupo não estava na programação de vacinação dos grupos já anunciados. Vamos iniciar essa vacinação para pessoas com deficiência permanente e comorbidades, na faixa etária entre 55 anos e mais e manter a vacinação de pessoas com 60 ou mais sem comorbidades”, explicou João Leme.

Serão contempladas as pessoas que tiverem uma ou mais comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde e, no caso dos deficientes, o comprovante do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC). As doses também estarão disponíveis para quem tem 18 anos e Síndrome de Down, pacientes em tratamento de hemodiálise (Terapia Renal Substitutiva) e transplantados que utilizam imunossupressores.

A vacinação para gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) com idade acima de 18 anos e com comorbidades está suspensa pelo Ministério da Saúde.

Segundo o Enfermeira Carla Back, nesta mesma semana, no drive-thru da secretaria (sábado 15) também começa a vacinação de pessoas com 50 anos ou mais com comorbidades, então as pessoas devem se preparar para uma vacinação rápida.

A vacinação segue sendo realizada durante toda a semana nos três postos fixos instalados pela prefeitura na escola na EMEI Maria Elizabeth Venturolli Pinesi (praça João Leite – Vila Mineira), na EMEF Josepha de Jesus Carreira, Bairro Benfica. A partir de hoje o Posto de Vacinação instalado no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora das Graças foi desativado e transferido pela Capela de Santo Antônio, na rua 8 de Maio na Vila Passarelli.

 

Declaração

Para receber as doses, qualquer pessoa com comorbidades e que integre os grupos anunciados devem apresentar uma “Declaração de Comorbidades” assinada por um médico.

O modelo está disponível na página da Prefeitura de Andradina, unidades públicas de saúde e também já foi distribuído a todos os médicos e consultórios de Andradina.

Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:

  • Doenças Cardiovasculares
  • Insuficiência cardíaca (IC)
  • Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias
  • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente (HAR)
  • Hipertensão arterial – estágio 3
  • Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
  • Doença Cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).
  • Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose hepática

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Adultos a partir de 50 anos começam a ser vacinados hoje

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES  – ARAÇATUBA Araçatuba vai iniciar nesta quarta-feira (16) junto com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *