6.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

Águas Andradina intensifica fiscalizações de combate a fraudes

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

O furto de água é crime e está no Código Penal (art. 155, §§ 3º e 4º, II), podendo, inclusive, ser enquadrado como furto qualificado. Caso comprovada a fraude e dependendo da circunstância que é praticada, o crime se torna inafiançável, já que a pena pode chegar até a oito anos, além de multa. Por isso, as empresas concessionárias atuam para combater a fraude.
Para combater essa prática, a Águas Andradina investe constantemente em pesquisas de vazamentos para encontrar possíveis irregularidades. Os números são preocupantes: em 2016, foram descobertas 118 ligações clandestinas, em 2017 o número subiu para 424 e até o mês de setembro deste ano 354 pessoas já foram notificadas.
Esse tipo de crime pode custar caro. Para cada fraude encontrada é aplicado um Termo de Ocorrência de Irregularidade. Os custos para legalização são variados e incluem troca de hidrômetro, despesas administrativa da concessionária, com variações para o tipo de categoria, remanejamento ou adequação nos casos nos quais não há caixa padrão instalada para medição e a recuperação da receita que depende do tempo da irregularidade.
“Essas cobranças são legais e é uma questão de isonomia social. Afinal, não é justo que uma parte da população pague em dia suas faturas e outros não paguem”, explica a gerente operacional da empresa, Mirian Sampaio.

O que é fraude?
Fraude é toda infração causada propositadamente pelo usuário com o intuito de distorcer o real consumo de água. Alguns exemplos de fraudes são manipulações no cavalete, perfurações no medidor de consumo, irregularidades no hidrômetro (rompimento dos lacres ou danos ao aparelho, como perfurações na cúpula, uso de arames), ligações clandestinas direta na rede de abastecimento, violação de ligações cortadas, lançamentos indevidos na rede de esgoto, entre outros.
“Quem frauda, comete crime, além de prejudicar diretamente o meio ambiente, porque geralmente essas pessoas consomem água sem controle já que não estão pagando por esse serviço como o restante da população. Nossas equipes estão capacitadas e atentas para detectar eventuais irregularidades. É importante que as pessoas se conscientizem que nosso intuito não é o de punir, mas fazer com que possamos ter um serviço justo e de qualidade para todos”, reforça Mirian.
”, ressalta Mirian. As fraudes também contribuem significativamente para aumentar os índices de perdas no sistema de abastecimento de água. A população pode colaborar para o combate às fraudes. Para denunciar, basta ligar nos telefones (18) 3702-9189, 0800 775 0195, Whatsapp (18) 99740-2661 ou ir até o atendimento comercial de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Ultimas Noticias