18.9 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 16, 2022

7 fatos importantes sobre os avanços do saneamento de Andradina

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

Em 2021, Andradina se transformou em um canteiro de obras importantes para o desenvolvimento econômico do comércio, infraestrutura para o turismo e qualidade de vida dos moradores.
Quem passou pelas ruas e avenidas da cidade viu os maquinários, colaboradores e fornecedores da Águas Andradina, empresa do Grupo Iguá e da Sabesp, trabalhando dia e noite. A população foi envolvida em todo processo, por meio de uma comunicação ostensiva com mensagens nas redes sociais, reportagens na mídia local, recados via carro de som e placas de obras com código QR, em que era possível obter, em tempo real, informações sobre as ações que estavam acontecendo.
Segundo o gerente operacional da concessionária, Matheus Felipe Silva, esses investimentos foram essenciais para preparar a rede para o desenvolvimento do município e o crescimento populacional, além ajudar na mitigação dos impactos dos períodos de estiagem. “Passamos por um ano extremamente importante para a evolução dos serviços de água e esgoto de Andradina. Temos muito orgulho do trabalho realizado e estamos prontos para os desafios de 2022”, ressalta

Entenda em 7 tópicos as principais ações implantadas em 2021:
Você sabia que…
1. Foram aplicados R$ 9 milhões em investimentos somente em 2021? É isso mesmo, foi elaborado o Plano de Investimento com base nos resultados obtidos por meio de um moderno estudo realizado em todos os sistemas de água da cidade, chamado Modelagem Hidráulica.

2. Cada região da cidade é dividida por setores de abastecimento? Para melhorar ainda mais a pressão da água distribuída, foram implantadas novas áreas de distribuição, ampliando de 18 para 26.

3. Foram construídos cerca de 8,2 mil metros de redes de distribuição? Com isso, tornou-se possível otimizar a rede, reduzindo as perdas de carga provocadas por tubulações antigas de diâmetros menores. Para realizar essas obras com maior agilidade, a empresa utilizou uma das técnicas mais eficazes no setor de saneamento: o MND – Método Não Destrutivo, que diferente do modo convencional, não precisa fazer os tradicionais cortes nas ruas, perfurando valas subterrâneas de até 300 metros para instalação das tubulações de forma mais precisa.

4. Foram construídos três novos reservatórios no Jardim Europa, Jardim das Águas e Vila Mineira? Estes equipamentos possuem capacidade de armazenamento de mais de 1,3 milhão de litros de água juntos, aumentando de forma significativa a reservação de água para diversos bairros da cidade.

5. Os sistemas de água agora são automatizados? Por meio da telemetria, a operação e o controle de todo trabalho, antes realizados de forma manual agora podem ser monitorados em tempo real, facilitando a identificação de eventuais falhas no abastecimento com agilidade e precisão.

6. O clima e o saneamento estão totalmente interligados? No último ano, a Águas Andradina contratou um sistema do Climatempo que disponibiliza informações precisas com envio de alertas, possibilitando a tomada de decisões e planejamento com inteligência meteorológica.

7. A captação de água em Andradina é feita exclusivamente de forma subterrânea? – Para otimizar esses sistemas, foram executadas manutenções e melhorias nos poços que abastecem os bairros Vila Mineira, Vila São Pedro, Jardim Marin, Vila Rica, Piscina, Centro, VIla Peliciari, Stella Maris, Jardim Santo Antonio, Parque Urubupunga, Jardim das Tulipas, Jardim Brasil e Vila Botega.

 

Ultimas Noticias