10.7 C
Araçatuba
quinta-feira, maio 19, 2022

Temporal derruba árvores, causa estragos e mata uma pessoa na região

O Noroeste Paulista foi atingido por um temporal no início da noite de quinta-feira (18). Diversos municípios registraram quedas de árvores, destelhamento e nas cidades margeadas pelo rio Tietê, barcos viraram na água e pescadores ficaram desaparecidos.

Logo no fim da tarde, o aumento de nuvens carregadas em Araçatuba já indicava o que estava por vir. Apesar de quase não ter chovido no município, uma ventania atingiu diversos bairros. Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, os ventos alcançaram aproximadamente 60 quilômetros por hora.

O vendaval durou cerca de 15 minutos, mas foi suficiente para deixar um rastro de destruição e estragos.  De acordo com o Corpo de Bombeiros, 12 quedas de árvores foram registradas. Duas delas ainda continuavam obstruindo trechos das ruas Cussy de Almeida Júnior e Pedro de Toledo na manhã de sexta-feira (19). Segundo apurou a reportagem, uma das árvores caiu em cima de um veículo na rua Itapura. Apesar de todas as ocorrências, ninguém ficou ferido.

Houve relatos de falta de energia elétrica em vários pontos. Na rua Cândido Portinari, no bairro Nova Iorque, por exemplo, moradores ficaram mais de 12 horas sem luz. O problema só foi resolvido no início da tarde de ontem, segundo informações da CPFL Paulista, empresa que administra o fornecimento em Araçatuba.

Também houve registro de queda de árvores em Guararapes, Castilho e em Birigui. Grande parte da área rural de Castilho ficou sem energia elétrica, assim como alguns bairros da cidade. Fios energizados também foram lançados no asfalto.

Equipes da Brigada Municipal foram acionadas e prestaram todo auxílio durante os trabalhos de recuperação. Em Andradina, a fachada de um pet shop foi ao chão com a força do vento. Ninguém se feriu.

DESAPARECIMENTOS

O temporal também deixou vítimas por onde passou. Em Turiúba, um barco com quatro pescadores virou nas águas do rio Santa Bárbara durante a noite. Dois deles conseguiram nadar até a margem e pediram por ajuda já por volta das 22h.

Outros dois não tiveram a mesma sorte e desapareceram. O corpo de um deles, um homem de aproximadamente 60 anos, foi localizado pelas equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Birigui por volta das 16h30 de ontem a uma profundidade de 11 metros. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba, onde passou por exame necroscópico. O laudo deverá ficar pronto nos próximos dias. Ainda não havia informações a respeito do velório e do sepultamento do pescador.

O amigo dele continuava desaparecido até o fechamento desta edição.  Os trabalhos foram encerrados com o cair da noite e irão ser retomados na manhã deste sábado (20).
Já no município de Pereira Barreto, na região de Andradina, duas árvores foram ao chão com a força do vento. Dez pescadores que estavam divididos em três barcos foram surpreendidos com a chegada repentina do temporal, por volta das 19h.

As três embarcações viraram com a força do vento e uma delas afundou. As dez pessoas ficaram à deriva por horas. Três conseguiram nadar até a margem e só foram resgatados pelas equipes dos Bombeiros na manhã de ontem, mais de 12 horas depois.

Por volta das 22h, já com conhecimento sobre a ocorrência, o Corpo de Bombeiros da cidade mobilizou diversas equipes, incluindo a de mergulhadores, para tentarem resgatar os outros sete pescadores. Após três horas de buscas, todos foram localizados com vida e ilesos. Por precaução, os envolvidos foram encaminhados até a Santa Casa, onde passaram por atendimento médico. Eles foram liberados algum tempo depois.

Ultimas Noticias