Polícia Ambiental prende morador de fazenda com armas e carne de animal silvestre

Compartilhe esta notícia!

Um homem foi preso na tarde de sexta-feira (15) depois de ser flagrado pela Polícia Militar Ambiental de Lins com armas, munições e carne de animal silvestre em uma propriedade rural localizada no município de Getulina.

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL apurou que as equipes receberam denúncia de que o suspeito realizava caça de animais silvestres com o uso de armas de fogo e que guardava os objetos, além das carnes dentro da casa onde mora, localizada em uma fazenda.

Diante disso, a viatura foi até o local para averiguar a situação. Durante a vistoria, os policiais localizaram uma espingarda de calibre 22, outra de calibre 36, um silenciador, várias munições, pólvora e dois teiús abatidos, um com o couro e outro já sem.

Como as armas, as munições e a carne do animal não possuíam procedência legal, o autor foi conduzido até a delegacia da cidade para prestar esclarecimentos. O delegado estipulou fiança de mil reais, mas até o momento em que a equipe policial permaneceu no local ele não havia quitado o valor e, por isso, permaneceria à disposição da Justiça.

A polícia elaborou um auto de infração de mil reais pelo depósito ilegal da carne de animal silvestre. A Polícia Civil abriu inquérito para dar prosseguimento às investigações.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Polícia Rodoviária apreende carreta com 400 mil maços de cigarros contrabandeados

Compartilhe esta notícia!Um homem de 47 anos foi preso na noite de terça-feira (2) depois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *