Home Plantão Policial Pela segunda vez em um ano, comerciante é preso ao tentar incendiar loja

Pela segunda vez em um ano, comerciante é preso ao tentar incendiar loja

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

FOTO: SILVIO ROMEIRO/ARAÇATUBA ACONTECE

Pela segunda vez em um ano, guardas municipais conseguiram deter um comerciante de 69 anos de idade que tentou colocar fogo em uma loja de tecidos localizada no Calçadão de Araçatuba. O estabelecimento fica bem próximo do prédio da loja Cris Park, que foi destruída por um incêndio há quase três meses. O caso ocorreu na tarde de segunda-feira (1).

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, o suspeito entrou na loja pouco depois das 15h06. Ele segurava um galão com gasolina e uma caixa de fósforo. O autor se dirigiu até o caixa e ameaçava atear fogo. Enquanto isso, um funcionário percebeu a gravidade da ação e conseguiu sair correndo pelos fundos e comparecer até o posto da Guarda que fica a poucos metros do estabelecimento.

 

As equipes dirigiram-se rapidamente até o local e no momento que o homem já retirava um palito de fósforo da caixa para poder colocar fogo, os agentes conseguiram imobilizá-lo e retirar os produtos de sua mão. Foi necessário o suo de algemas, já que o indiciado estava bastante alterado. Os guardas precisaram do apoio de uma viatura.

 

Além dos objetos apreendidos na hora também foi localizada uma folha com alguns nomes. Tudo foi apreendido e apresentado na Central de Flagrantes para investigações. O autor prestou depoimento e permaneceu preso por tentativa de incêndio. Ele passou por audiência de custódia na manhã de terça-feira (02) e foi decretada a prisão preventiva dele. O suspeito foi transferido para o Centro de Detenção Provisória de Nova Independência, onde deverá aguardar vaga em alguma unidade prisional da região.

 

A Polícia Civil abriu inquérito pelo segundo distrito policial do município para dar andamento às investigações. Existe a suspeita de que o indiciado tenha um desacordo comercial com o proprietário do estabelecimento comercial.

 

SEGUNDA VEZ

 

No ano passado, o comerciante invadiu a mesma loja com dois galões cheios de gasolina. Na ocasião, ele chegou a derramar o combustível sobre alguns tecidos, gerando um prejuízo de R$ 36 mil à loja. Ele também foi detido por guardas municipais, chegou a ser levado para a delegacia, mas naquele dia foi solto.


Compartilhe esta notícia!