Mecânico é preso com arma e polícia apura participação em homicídio

Compartilhe esta notícia!

Policiais militares do Baep (Batalhão de Ações Especiais) de Araçatuba prenderam um mecânico de 27 anos, na noite de segunda-feira (7), com uma pistola de calibre 380. O flagrante ocorreu no bairro Traitu, em Araçatuba. As equipes chegaram até o suspeito depois de uma denúncia dando conta de que ele teria participação no assassinato de Adriano Colombo Massaroto na semana passada, na Avenida Mário Covas. O caso ainda é investigado.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, os policiais estavam em patrulhamento quando receberam denúncia anônima a respeito do suposto envolvimento do investigado no homicídio de Adriano. Diante disso, as viaturas foram até a residência e o localizou em frente ao imóvel. Na revista pessoal nada de ilícito foi localizado.

Durante vistoria no interior da casa, os PMs encontraram a pistola municiada. Questionado, o suspeito disse que a arma pertencia a Adriano e depois da morte dele teria ficado de posse, inclusive por medo de ser morto. O mecânico negou qualquer envolvimento no assassinato e disse ser amigo da vítima. Ele revelou, ainda, que foi até o velório do rapaz armado por questão de segurança.

O autor recebeu voz de prisão e foi levado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. O delegado plantonista manteve a detenção por posse ilegal de arma de fogo e o deixou à disposição da Justiça. O homem foi transferido na manhã dessa terça-feira (8) para a cadeia pública de Penápolis. A arma foi apreendida e seria periciada. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar a situação e se realmente existe a possibilidade de alguma participação do indiciado no crime.

MORTE VIOLENTA

O assassinato de Adriano ocorreu na última quinta-feira (3). Conforme o registro policial, o assassinato ocorreu por volta das 19h50. O rapaz seguia em um veículo Hyundai/IX35 no sentido bairro/centro quando uma moto com dois ocupantes se aproximou e um dos suspeitos fez diversos disparos de arma de fogo contra ele. O técnico perdeu o controle da direção, se chocou na traseira de um Ford/Fiesta, que acabou atingindo uma moto estacionada na via.

O carro de Adriano ainda atingiu duas árvores, a placa de ferro de uma loja de materiais de escritório e parte do muro de um terreno. O impacto foi tão grande que as árvores foram arrancadas. Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada, mas a morte foi constatada já no local pelo médico plantonista. Câmeras de segurança de alguns estabelecimentos comerciais flagraram o momento da batida.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Polícia Rodoviária apreende carreta com 400 mil maços de cigarros contrabandeados

Compartilhe esta notícia!Um homem de 47 anos foi preso na noite de terça-feira (2) depois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *