Desempregado é preso por extorsão

Compartilhe esta notícia!

Um desempregado de 30 anos foi preso na tarde de quinta-feira (28) por extorsão. Ele teria feito ameaças e exigido R$ 10 mil para que não divulgasse fotos, vídeos e mensagens íntimas de um relacionamento homoafetivo com um homem de 61 anos. A prisão foi realizada por policiais civis do GOE (Grupo de Operações Especiais).

Conforme informações do boletim de ocorrência, a vítima contou às equipes que manteve um relacionamento homoafetivo com o investigado e que após o término da relação, o indiciado passou a ameaçá-lo dizendo que tinha a posse de fotos, vídeos e mensagens íntimas entre os dois. O autor teria afirmado ao lavrador que iria divulgar todo o conteúdo à família.

Em determinado momento, o suspeito passou a exigir cinco mil reais, bem como a ligar e mandar mensagens via WhatsApp para que parasse de ameaçá-lo. Em seguida, o homem exigiu dez mil reais. Diante dessas informações e com as características do indiciado, os policiais do GOE e o delegado responsável passaram a fazer diligências na tentativa de localizá-lo.

Em contato com o desempregado, ele confirmou o relacionamento homoafetivo, mas disse que a vítima teria oferecido o valor para que não fossem divulgados fotos, vídeos e nem as mensagens íntimas entre eles. Acontece que o lavrador gravou uma das ligações ameaçadoras. O celular do investigado foi apreendido para perícia.

Ele foi encaminhado até a delegacia para prestar esclarecimentos. O delegado plantonista manteve a prisão dele em flagrante por extorsão e o deixou à disposição da Justiça. O homem foi transferido para a cadeia pública de Penápolis. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento aos trabalhos investigativos.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Homem condenado no Rio de Janeiro é preso em Três Lagoas

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS Pouco depois das 6 horas dessa quinta-feira, em …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *