Home Cidades Três Lagoas Secretarias se unem para conscientizar população sobre riscos à saúde e natureza

Secretarias se unem para conscientizar população sobre riscos à saúde e natureza

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Nos últimos anos, a Prefeitura de Três Lagoas, por meio das Secretarias de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra) e Meio Ambiente e Agronegócio (Semea), voltou a sua atenção para a preservação ambiental e conservação dos canais de drenagem de água da chuva do município.

Esta atenção inclui campanhas de conscientização e divulgação de mídias para alertar aos cidadãos sobre os riscos de descartar lixo na rua ou despejar diretamente nos bueiros. Mas, o problema vem sendo constante, principalmente na região central e na Segunda Lagoa.

Com as chuvas recentes, vários bueiros tiveram que ser limpos rapidamente devido à quantidade de lixo levada pelas enxurradas e àqueles despejados pelos próprios moradores. As galerias de águas pluviais dos bairros Santo André, Interlagos e Jardim Dourados desembocam na Segunda Lagoa, onde também há grande acúmulo de todo tipo de lixo.

O diretor do Departamento de Serviços Públicos (DSP), Osmar Dias, afirma que a maioria do lixo retirado são folhas de árvores, latas, garrafas pet e plástico. “Diariamente, retiramos dos bueiros da cidade dois caminhões-caçamba de 6 metros cúbicos de lixo. Pedimos a colaboração das pessoas para que nos ajudem a cuidar do que é nosso. Este despejo pode causar a degradação dos bueiros, entupimento e correr o risco de transbordar em caso de muita chuva, sem contar os riscos à saúde”, explica.

Osmar menciona também que todo este transtorno causa prejuízo aos cofres públicos e, consequentemente, à população, pois, para deixar o bueiro novamente adequado, às vezes, é necessário realizar manutenção, troca de manilhas entre outros. “O recurso que é aplicado para corrigir o estrago que o despejo irregular causa, poderia estar sendo utilizado na ampliação da drenagem”.

 

SEGUNDA LAGOA

Os cestos de contenção instalados nas saídas das galerias reduziram a poluição do leito da Segunda Lagoa. Porém, a quantidade de lixo retirado também demanda preocupação.

O material reciclável coletado, que é possível ser separado, é enviado para uma cooperativa do Município e, os demais despejos, encaminhados para o Buracão do Jupiá.

 


Compartilhe esta notícia!