Home Cidades Restauração da Maria Fumaça resgatará memória importante de Três Lagoas

Restauração da Maria Fumaça resgatará memória importante de Três Lagoas

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A Maria Fumaça – um dos símbolos da colonização do noroeste do Brasil e de dezenas de cidades – está passando por uma reforma desde dezembro do último ano e já está em fase avançada, mostrando bastante de como será após finalizada. Preservar a história da cidade é uma das preocupações da Diretoria de Cultura, da Prefeitura Municipal de Três Lagoas.
A preservação e o resgate cultural é algo que vem sendo realizado pela Diretoria que pertence à Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC).
A Maria Fumaça está sendo restaurada no próprio pátio da N.O.B, onde está parada já há 40 anos e teve peças roubadas. O trabalho está sendo feito pela Bergamo Construtora, com o auxílio de José Jorge Godoi, especialista em restauro de máquinas a vapor.
“É gratificante estar em uma gestão que se preocupa com a identidade histórica de uma cidade. Três Lagoas nunca teve essa preocupação, mas o prefeito Angelo Guerreiro se empenha em manter a história e nos dá a oportunidade de cuidar de elementos tão importantes como a Maria Fumaça”, afirmou Rodrigo Fernandes, diretor de Cultura.

HISTÓRIA
A locomotiva a vapor, conhecida como Maria Fumaça fez parte do cenário no Brasil. De Bauru a Corumbá, a Estrada e Ferro Noroeste do Brasil e depois a Rede Ferroviária Federal S.A., contribuíram para o surgimento e desenvolvimento de várias cidades, entre as quais Três Lagoas.
Durante décadas a máquina ficou no pátio da rede ferroviária. No ano passado o Denit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) chegou a fretar um caminhão para levar a máquina para Campo Grande. Porém, houve intervenção política e a locomotiva permaneceu na cidade. Em outubro, a Prefeitura abriu licitação para restauração. O trabalho está sendo executado. Depois de restaurada, a locomotiva permanecerá no pátio da antiga estação ferroviária, como símbolo da história da cidade.


Compartilhe esta notícia!