22.2 C
Araçatuba
sexta-feira, maio 20, 2022

Prefeitura não vai decretar ponto facultativo no carnaval

DA REDAÇÃO –

A administração municipal de Três Lagoas decidiu que não irá decretar ponto facultativo no carnaval este ano. Desta forma, todos os setores da Prefeitura funcionarão em expediente normal nos dias 28 de fevereiro, 1 e 2 de março.  A decisão foi tomada na tarde de sexta-feira (18) durante reunião realizada a pedido do prefeito Angelo Guerreiro em acolhimento a solicitação dos sindicatos representantes do Comércio de Três Lagoas e contou com a participação do secretário de Administração, do diretor de RH e do assessor jurídico.

Durante o encontro foi debatido o atual cenário de contaminação da covid-19 em Três Lagoas e a preocupação de as pessoas se aglomerarem, participarem de festas ou realizarem viagens durante o feriado prolongado, o que potencializa o risco de contágio e transmissão da doença.

Durante a reunião o Presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Sueide Silva Torres, pontuou que a posição da Fecomércio é de funcionamento normal de toda a cadeia de comércio no período de carnaval e tendo em vista que o município já decretou a proibição de eventos de carnaval a pedido da vigilância em saúde, a medida mais coerente é que se alinha aos anseios da atividade comercial local é manter o funcionamento de todos os serviços públicos, opinião compartilhada pelo Presidente da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas, Fernando Jurado, e pelo presidente da ABRASEL, Marco Antônio Gomes Junior.

O presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas, Eurídice de Freitas, comentou sobre a importância de se manter o ponto facultativo, já que o Carnaval é parte da cultura dos brasileiros. Ele pontuou também que os órgãos estaduais, bancos e diversas instituições públicas vão estar de portas fechadas neste período.

O secretário de Administração, Gilmar Tabone, externou sobre a importância de ouvir as considerações das entidades presentes para a tomada de decisões.

Ao final prevaleceu o consenso de que o momento impõe cautela e que a melhor medida é não decretar o ponto facultativo nas repartições públicas municipais.

Participaram da reunião o Secretário Municipal de Administração, Gilmar Tabone, o Diretor de Recursos Humanos, Pedro Otávio Hirotuca, o Assessor Jurídico, Luiz Henrique Gusmão, o Presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Sueide Silva Torres, O Presidente do Sindicato dos empregados no Comércio de Três Lagoas, Eurídice de Freitas, o presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurante), Marcos Antônio Gomes Júnior e o Presidente da Associação Comercial, Fernando Jurado.

 

 

Ultimas Noticias