AÇÃO - Animais e armas foram apreendidas no sítio às margens do Rio Paraná, em Três Lagoas DIVULGAÇÃO

Polícia prende receptador e recupera 35 bois prontos para abate

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS
O Setor de Investigações Gerais (SIG) e 2ª Delegacia de Três Lagoas, em apoio ao SIG de Cassilândia, recuperaram 35 cabeças de gado de corte, prontos para o abate, pois se tratam de bois de confinamento. O gado foi furtado na área rural de Cassilândia sábado (10). Uma pessoa foi presa por receptação e posse irregular de arma, á que duas espingardas e um revólver foram apreendidos. O homem foi autuado em flagrante.
Durante as investigações realizadas pelo SIG de Cassilândia, os policiais tiveram informações de que o gado havia sido transportado em dois caminhões boiadeiros até o município de Três Lagoas, e que foram deixados no Sitio Vó Nina, às margens do Rio Paraná. Dia destas informações, com apoio da equipe do SIG de Três Lagoas, se deslocaram ao referido sitio, onde o gado subtraído foi localizado, além dos dois caminhões usados no transporte do gado.
Durante vistoria no sítio, foram localizadas três armas de fogo, sendo duas espingardas e um revólver calibre 32 carregado. O proprietário do sitio, identificado como O.A.A, 55 anos, foi preso em flagrante pelos crimes de receptação dos animais e posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Ele foi autuado na sede da 2ª Delegacia de Três Lagoas, permanecendo à disposição da justiça. Já os animais foram embarcados em caminhões contratados e levados de volta a Cassilândia onde serão restituídos a vítima.

 

Veja também

Homem é morto a tiros no Alvorada, em Araçatuba

A Polícia Civil de Araçatuba abriu inquérito para investigar o homicídio de um homem, que …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *