CUIDADOS - Doutor Vinícius de Jesus Rodrigues Neves destaca as medidas de biossegurança DIVULGAÇÃO

Levantamento mostra que município teve redução no número de positivos e de óbitos por covid

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em conjunto com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 que engloba diversas instituições, órgão públicos, associações representativas, sociedade civil organizada e comum, vem sendo destaque pelas suas ações em meio a pandemia do novo coronavírus e o resultado disso é a redução no número de casos confirmados e óbitos pela doença nos últimos meses.

Levantamento divulgado pela Vigilância Epidemiológica da SMS, na segunda-feira (02), mostra que em julho foram 22 óbitos, sendo que em junho foram em torno de 70; em maio 80 e 150 em abril, o pior mês da pandemia, representando redução de cerca de 60%, 70% e 85%, respectivamente. Os casos, por sua vez, também caíram, mas não na mesma proporção, assim como explica o médico da Família e Comunidade do setor, Vinícius de Jesus Rodrigues Neves.

“Em abril, tivemos um número de casos em torno de 1.650, caindo para 1.100 em maio, 820 em junho e 520 em julho; ou seja, na comparação de julho com os demais meses, tivemos 36% menos casos em relação a junho, 52% menos casos em relação a maio e 69% menos casos em relação a abril. Isso mostra que as medidas de biossegurança, distanciamento e uso de máscaras têm contribuído com a redução dos casos, mas a redução dos óbitos é decorrente principalmente da vacinação”, enfatizou o médico.

Neves esclarece ainda que entre os totalmente imunizados, só houve óbitos de pessoas com idade muito avançada (acima dos 80 anos) ou, naquelas entre 60 e 80 anos, pessoas com comorbidades graves. “Entre pessoas abaixo dos 60 anos totalmente imunizadas ainda não tivemos óbitos”, finalizou. 

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Balconista é preso com 85 tijolos de maconha

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O balconista G.G.S, 38 anos, residente em Goiânia (GO), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *