RIGOR - Fiscalização está agindo para impedir o avanço do coronavírus

Fiscalização multou, fechou estabelecimentos e encerrou diversas festas com aglomeração

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Mesmo com o aumento no número de casos de covid-19 nos últimos dias, bares, conveniências e locais de festa tiveram aglomeração no último final de semana. Porém, a Vigilância Sanitária e parceiros realizaram mais uma operação para evitar a proliferação do vírus.

A ação que aconteceu na sexta, sábado e domingo (11, 12 e 13) contou com a participação da Polícia Militar (PM), Polícia Civil e Polícia Militar Ambiental (PMA), Ministério Público Estadual (MPE) e Conselho Tutelar, além de ter o apoio da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas (ACITL), da Associação de Bares e Restaurantes de Três Lagoas (ABRASEL) e outras entidades representantes da sociedade civil organizada.

Neste final de semana quatro festas foram encerradas, sete estabelecimentos foram fechados, uma multa e 12 notificações aplicadas durante as abordagens, por conta do não uso de máscara e grande número de pessoas aglomeradas.

“A pandemia ainda não acabou. A população deve se prevenir. Vamos pensar nos nossos entes queridos e também nas outras pessoas. Evitar aglomeração é o primeiro passo para que os números de casos positivos e internações não subam drasticamente”, afirmou Cristovam Bazan, diretor de Vigilância Sanitária.

 

SERVIÇO

A população pode ajudar a combater o avanço de casos de COVID-19 em Três Lagoas. Ao flagrar algum estabelecimento descumprindo regras de prevenção ou aglomerações que comprometam à saúde em geral, podem denunciar através do telefone: (67) 3929-1861 de segunda a sexta (das 7h às 17h). Após este horário e nos fins de semana, o telefone para denúncias é o 190 da Polícia Militar.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

13ª Conferência Municipal de Assistência Social reúne participantes online para debate

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS Na sexta-feira (23) foi realizada online a 13ª …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *