21.9 C
Araçatuba
sábado, maio 21, 2022

Estado e Município entregam chaves do Hospital Regional ao gestor da unidade

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Está cada vez mais próxima a inauguração do Hospital Regional de Três Lagoas. Tanto que, no sábado (02), foi realizada a solenidade de assinatura de contrato e entrega de chaves para a OS (Organização Social) Instituto Acqua – Ação, Cidadania, Qualidade Urbana e Ambiental, que será responsável pela gestão da unidade regional.
De acordo com o representante da OS, Samir Siviero, no dia 15 de junho será iniciada as atividades do Hospital. O Instituto Acqua também é responsável pela gestão dos hospitais regionais das cidades de Dourados e Ponta Porã.
Além do prefeito Angelo Guerreiro, diversas autoridades municipais e estaduais tiveram presente no ato de entrega, como o secretário de Estado de Saúde – Flavio Costa Britto Neto; secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica – Eduardo Rocha, o prefeito de Inocência Antonio da Cofapi, vereadores, secretários da Administração Municipal, sociedade civil e estudantes de medicina da UFMS.
Angelo Guerreiro ressaltou que este dia é esperado por todos, um dia que representa vitória, na luta diária para ter uma saúde de qualidade e excelência. “Nós nos esforçamos e chegamos a 80%, tivemos um retrocesso, voltamos para 60%, por conta da Pandemia, mas estamos lutando nesta engrenagem com governo estadual e hoje representa mais um passo no nosso caminho”.
“Vamos iniciar a próxima etapa e queremos em breve ver nosso hoje alunos de medicina trabalhando neste Hospital que será referência para a região”, ressaltou Guerreiro.
Elaine Furio, secretária municipal de Saúde (SMS): “Hoje é um dia muito importante, pois esse hospital vem para encurtar distâncias, não só dos nossos pacientes que viajam para outras cidades, mas também das cidades vizinhas”.
O presidente da Câmara, Cassiano Maia, explanou que acompanha de perto as obras do hospital, pois faz parte do grupo de estudo que viabilizou a construção da unidade e foram vários impasses até a data de hoje, enfrentando problemas sociais, financeiros, como os que tiveram com a antiga empreiteira e a Pandemia.
“Somos uma cidade pequeninha, então sempre que nossos pacientes necessitam de atendimento percorremos uma distância de cerca de 400km, muito sofrimento para os pacientes, mas agora teremos este hospital como nossa base”, ressaltou o prefeito de Inocência.
Em seu segundo dia como secretário de Estado de Saúde, Flávio externou a felicidade de participar de um dia tão importante e poder anunciar que já foi autorizado o início das obras da próxima fase, do Bloco C, com valor estimado de R$ 18 milhões e 186 leitos.
O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Rocha, lembrou que no ano de 2011 iniciou o sonho de trazer curso de medicina, em 2014 o sonho foi realizado. “Me lembro que no segundo ano os alunos não tinham onde estagiar e a partir disso começamos a luta pela construção deste local que atende como Hospital Regional, mas já vamos iniciar o processo para se tornar um hospital universitário”, informou o secretário.

EMOÇÃO – Angelo Guerreiro lembrou os desafios enfrentados para conclusão da obra

 

Ultimas Noticias