RIGOR - Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente está agindo com rigor

Em 15 dias, ‘Operação Porco Solto’ autua três pessoas em flagrante por descarte de resíduos

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Mesmo em tempos de pandemia, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (Semea) mantém a fiscalização diária para coibir crimes ambientais e degradação do solo, contaminação dos recursos hídricos e vegetação em Três Lagoas.

Somente neste mês de dezembro, a “Operação Porco Solto” flagrou e autuou três pessoas por jogar resíduos sólidos e lixo em via pública, o que é considerado crime ambiental. Todos os flagrantes aconteceram na região da Chácara Imperial, local de grande incidência deste tipo de irregularidade.

Em maioria, os descartes eram entulhos de construção, lixo doméstico, galhadas e plásticos. A multa para quem joga este tipo de resíduos indevidamente é de 100 UFIM’s, equivalente a R$ 491,00. Caso o material apresente risco de contaminação, dependendo da quantidade e gravidade, a multa mínima é de R$ 5 mil.

O secretário de meio ambiente, Toniel Fernandes, destaca houve uma redução no número de autuações neste ano e que estas situações estão na mira da fiscalização.“Somente neste ano, tivemos 16 pessoas autuadas e multadas no Município, um número bem menor, se comparado ao ano passado. Isso é o reflexo das constantes fiscalizações e das nossas campanhas de conscientização, embora o cidadão esteja mais consciente quanto ao risco de ser pego na Operação. Continuaremos a fiscalizar e responsabilizar aqueles que não respeitam o meio ambiente. É nosso dever cuidar e preservar a ecologia local, não somente o agente público, mas toda a população”, disse.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Comitê de Enfrentamento à Covid quer melhor atendimento na Caixa

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS Membros do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *