Home Cidades Comitê de Enfrentamento mantém medidas de prevenção e promete mais rigor nas fiscalizações

Comitê de Enfrentamento mantém medidas de prevenção e promete mais rigor nas fiscalizações

3 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – TRÊS LAGOAS

Na tarde de segunda-feira (13), a primeira reunião do Comitê Enfrentamento ao COVID-19 com a formação de representantes do poder público, entidades e instituições de Três Lagoas. O encontro pautou uma breve análise da reabertura gradual do comércio local, assim como as ações de fiscalização desempenhadas pelos servidores públicos da Prefeitura de Três Lagoas.

Na ocasião, o douor Cassiano Rojas Maia e os demais membros presentes pontuaram as reivindicações e ideias de cada setor. Entre os assuntos discutidos, houve uma atenção maior sobre a questão de respiradores, leitos e equipamentos de proteção individual (EPI) do Hospital Auxiliadora e dos servidores da Saúde.

O diretor administrativo do Hospital Auxiliadora Marco Calderon, disse que mesmo trabalhando com equipe reduzida, o hospital está conseguindo atender à demanda por Covid-19, sem atrapalhar o atendimento geral.

 

FISCALIZAÇÃO

A fiscalização iniciada na semana passada nos comércios e indústrias de Três Lagoas foi muito elogiada pelos membros. A comissão decidiu por empenhar maior rigor na abordagem em estabelecimentos, principalmente na lojas de conveniências, pois, denúncias apontam que alguns proprietários estão descumprindo regras como: horário de funcionamento, medidas de distanciamento entre pessoas e higienização.

 

SEM ALTERAÇÕES

Por unanimidade, o Comitê decidiu por manter as regras do último decreto, não tendo alterações quanto ao funcionamento de empresas, comércios e agências bancárias. Após às 22h, o trabalho de entrega delivery (pizzas, lanches, refeições, medicamentos e outros) será mantido, devendo o entregador seguir as normas de prevenção contra o Coronavírus.

Ainda foram discutidos: possíveis parcerias para a aquisição de máscaras e EPI’s aos profissionais de Saúde e hospitais e estudo da reabertura de outros setores comerciais, como motéis , shopping popular e academias.


Compartilhe esta notícia!