Delegado alerta para as compras pela internet na Black Friday

Compartilhe esta notícia!

A Black Friday acontece amanhã (29) em todo o Brasil e tem muita gente já de olho naquela tão esperada promoção, seja para comprar uma nova televisão, um laptop ou outro produto eletroeletrônico. Mas, quando consumidor prefere fazer tudo pela internet, tem que ter o cuidado redobrado. Os criminosos aproveitam a situação para enganar as vítimas, roubar seus dados pessoais e até mesmo clonar cartões de crédito.

O delegado da Polícia Civil de Santa Fé do Sul, Higor Vinicius Nogueira Jorge, é especialista nessa área criminal e dá dicas à população. Ele acredita que a pessoa deve desconfiar de quando a vantagem é muito grande para evitar prejuízos. Por isso, a principal dica é ter conscientização e fazer as compras com a máxima segurança possível.

“O consumidor deve ter muito cuidado, em primeiro lugar, com o tipo de site que ele está acessando. Os criminosos criam sites semelhantes aos das grandes empresas de comércio eletrônico e oferecem produtos com preços convidativos”, alertou.

Muitas vezes, a vítima nem se dá conta de que está em um site falso daquela empresa, acaba efetuando uma falsa compra, repassa todos os dados pessoais e bancários aos bandidos e tem uma imensa dor de cabeça depois. Além de não receber nenhum produto, ela se vê diante de uma situação extremamente grave, com a violação de todos os dados.

Ainda de acordo com Jorge, para poder alcançar o maior número de vítimas, os estelionatários pagam por anúncios em redes sociais, como o Facebook e grupos de comunicação, como o WhatsApp. “É o que chamamos de ‘fishing’, ou seja, o bandido tenta ‘pescar’ aquele internauta. Quanto mais vantagem ele oferece, mais chances tem de conseguir enganar alguém”, afirmou.

É justamente por conta desses anúncios que os criminosos conseguem chegar ao maior número de pessoas. Por isso, a dica é sempre digitar no navegador o endereço do site da loja que se quer acessar e não clicar em anúncios que aparecem, já que pode haver essa falsificação de páginas de grandes empresas e lojas conhecidas por todos.

Outra forma de angariar o maior número de pessoas é oferecer algo em troca de uma compra. “Por exemplo, compre uma televisão e ganhe R$ 50 de brinde”, explicou o delegado.

Existem alguns endereços que pedem para as vítimas baixarem alguma atualização no navegador para poder prosseguir com a compra. Na verdade, trata-se de um vírus que vai monitorar tudo o que a pessoa faz em seu computador.

Antes de mais nada é imprescindível pesquisar a reputação de sites. As buscas mais indicadas são pela página virtual do Procon e do Reclame Aqui.

BLACK FRIDAY

O termo surgiu nos Estados Unidos em setembro de 1869. Nesta data, dois especuladores, Jay Gould e James Fisk, usaram informações privilegiadas para tomar o mercado de ouro na Bolsa de Nova York. Para reverter a situação, o governo aumentou a oferta de ouro no mercado, fazendo os preços caírem vertiginosamente. Investidores perderam muito dinheiro e o dia do colapso ficou conhecido como Black Friday.

Já no Brasil, a data foi instaurada em 2010. A primeira versão, exclusivamente online, deu lugar a descontos em setores generalizados, até mesmo em instituições financeiras, que oferecem neste ano descontos em investimentos e renegociação de dívidas.

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Final de tarde registra ventos fortes e chuva com granizo em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!A tão esperada chuva chegou a Araçatuba no final da tarde deste domingo …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *