MOVIMENTAÇÃO - Dia dos pais deve trazer maior movimentação ao comércio em Araçatuba DIEGO FERNANDES

Volta à “normalidade” deve alavancar comércio no dia dos pais; entidade prevê aumento de R$ 2 bi no varejo

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Funcionando de forma ininterrupta em horário normal desde o meio de abril, quando a fase de transição do Plano São Paulo permitiu a volta do comércio de rua ao seu horário habitual diário, o setor comercial de Araçatuba aposta na “normalização” das atividades para atrair consumidores no dia dos pais.

Desde o início da pandemia, o comércio de Araçatuba e de todo o estado passou por diversos períodos com portas fechadas, sendo o último deles entre os meses de março e abril deste ano. Desde abril, porém, as lojas já podem funcionar das 9h às 18h, horário com o qual o consumidor já está acostumado.

Para o presidente do Sincomércio, o Sindicato do Comércio Varejista de Araçatuba, Gener Silva, há um clima de entusiasmo por parte de comerciantes e clientes que deve trazer impacto positivo para as vendas durante esta semana de dia dos pais.

“Perspectiva é boa. Estou conversando com pessoas do comércio essa semana. Estamos em um período de flexibilização muito boa, praticamente voltando ao normal. Isso deixa a pessoa entusiasmada”, contou Gener Silva. 

Além do empurrãozinho nas vendas, a maior flexibilização também foi combinada com a manutenção do protocolo contra a covid-19 nos estabelecimentos comerciais, o que também dá segurança e confiabilidade ao público.

“Ajuda muito, veio paulatinamente a flexibilização, e isso foi muito bom, porque além da atividade comercial o pessoal observou as medidas de segurança sendo mantidas. Uso de máscara, álcool em gel, distanciamento necessário”, ressaltou o dirigente lojista, afirmando que o comércio tem sido um local seguro.

Gener Silva aposta em um ticket médio de até R$ 120 para a data e projeta ganhos maiores do que na mesma data de dia dos pais de 2020.

“Com certeza vai ser bem melhor que ano passado. Ticket médio deve ficar entre R$ 100 e R$ 120. E o maior benefício serão para os vendedores de produtos masculinos. Uma camisa, uma camiseta, um sapato, uma gravata, um perfume”, comentou.

Crescimento de 6% no estado

Nesta terça-feira (3), a Fecomércio SP(Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) projetou um crescimento de 6% em levantamento feito em cidades de grande e médio porte do estado, dentre elas, em Araçatuba.

A data do dia dos pais deve causar um crescimento de R$ 2,3 bilhões no faturamento do varejo paulista em relação à mesma data do ano passado. Por causa das vendas presenciais e também pela internet, a previsão é que se venda quase 13% a mais no estado em comparação com 2019, momento anterior à pandemia.

Para o presidente do Sincomércio de Araçatuba, Gener Silva, que também é vice-presidente da Fecomércio SP, a projeção da entidade é excelente. 

“6% é uma porcentagem muito boa, com certeza. Aqui em São Paulo geralmente temos um crescimento maior que em boa parte do Brasil. A CNC (Confederação Nacional do Comércio) prevê um acréscimo de 5% no país, mas em São Paulo sempre o resultado é um pouco melhor”, afirmou Gener, que confirmou que Araçatuba está entre as cidades pesquisas pela Fecomércio para divulgação das projeções estatísticas.

No geral, de acordo com a entidade estadual, o setor varejista deve crescer mais de 14% neste mês de agosto somando todas as atividades. O acréscimo deve ser de R$ 8,7 bilhões em relação ao ano passado, com uma receita total do varejo podendo chegar a R$ 70,2 bilhões.

Fatores como a flexibilização das atividades comerciais e o auxílio emergencial, que ainda está sendo pago pelo governo federal, são apontados como fator motivador das projeções otimistas.

 

FLEXIBILIZAÇÃO – Para Gener Silva, do Sincomércio, comércio sem restrições de horário é estímulo ao consumidor

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Balconista é preso com 85 tijolos de maconha

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA O balconista G.G.S, 38 anos, residente em Goiânia (GO), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *