CAPACITAÇÃO - Meta da direção clínica é capacitar mil colaboradores do hospital

Santa Casa implanta protocolo para unificar atendimento à PCR em todo o complexo hospitalar

Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Um protocolo institucional de manejo básico para unificar atendimentos a pacientes em paradas cardiorrespiratórias (PCR) está sendo implantando pela Santa Casa de Araçatuba, através do Núcleo de Ensino e Pesquisa, coordenado pelo intensivista e diretor clínico do hospital, Fábio Bombarda.

Elaborado pelos médicos Luiz Cláudio Andrades Lima, Leonardo Alves Batista, e Giulio Stanco Coscina Neto, respectivamente, responsáveis técnicos da UTI Geral Adultos, UTI Coronariana e Serviço de Urgência e Emergência, o protocolo tem por objetivo padronizar e aprimorar a assistência e condutas do atendimento à parada cardiorrespiratória.

A Literatura Médica define atendimento da PCR como uma sequência de manobras e procedimentos destinados a manter a circulação cerebral e cardíaca, e garantir a sobrevida do paciente.

“Nesses casos, o tempo urge, por isso a celeridade e capacitação levam a um melhor resultado e à redução da mortalidade”, explica o médico Fábio Bombarda, ao informar que vários treinamentos e teóricos e práticos estão sendo realizados para consolidar a implantação do protocolo.

“Em torno de 400 colaboradores, principalmente os que integram núcleos de resposta rápida, que é uma equipe que fica 24 horas à disposição para atendimento de intercorrências dos pacientes internados nas UTIs, Pronto-Socorro e Enfermarias já foram treinados”, afirma Bombarda.

O objetivo da direção clínica do hospital é treinar 1000 colaboradores dentre médicos e demais profissionais de saúde que atuam nas unidades de emergência, intensivas e todas as enfermarias.

Além da capacitação para aprimoramento da performance do atendimento intra-hospitalar para redução da mortalidade e atingir a condição de excelência, as equipes contam com suporte necessário aos procedimentos. Todas as enfermarias da Santa Casa de Araçatuba possuem carrinhos de emergência patronizados e supervisionados pelas coordenações de enfermagem de cada setor.

 

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Hospitais vão suspender cirurgias eletivas com fase vermelha

Compartilhe esta notícia!DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA Como forma de priorizar os atendimentos para pacientes com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *