Home Cidades Araçatuba Samar inaugura estação elevatória de esgoto que atende 10 bairros da Zona Leste

Samar inaugura estação elevatória de esgoto que atende 10 bairros da Zona Leste

10 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Foi inaugurada na manhã de ontem pela Samar, empresa concessionária do serviço de água e esgoto em Araçatuba, a Estação Elevatória de Esgoto Água Branca. No local será recebido o esgoto produzido por cerca de 20 mil habitantes da Zona Leste da cidade. A estação fica em trecho que percorre o Sítio São Paulo, na estrada ART-450.
A cerimônia de inauguração contou com a presença do presidente da GS Inima Brasil, Paulo Roberto de Oliveira, do diretor técnico da Samar, Rondinaldo Lima, do comissário geral da Agência Reguladora DAEA, Marcio Saito, além do Prefeito Dilador Borges, da vice Edna Flor, e vereadores.
A EEE Água Branca é a quarta inaugurada pela Samar dentro de um projeto de reversão de esgoto da Estação de Tratamento Maria Isabel para a ETE Baguaçu, que custou, ao todo, R$ 35 milhões. As demais estações elevatórias são a Santa Isabel, Maria Isabel e Vilela. A Estação do Água Branca teve um investimento de R$ 1,1 mi, e atende 10 bairros da Zona Leste de Araçatuba, sendo eles os próprios Água Branca I, II, e III, Hilda Mandarino, Elias Stefan (Araçatuba G), Vista Verde, Residencial Toyokazy Kawata, Chácaras Ivo Tozzi, além de parte do bairro Concórdia.
Todo o esgoto recebido pela nova estação será direcionado para a ETE Baguaçu. Ao todo, a Samar construiu o novo prédio da estação, a casa do painel, além de 500 metros de tubulação de linha de recalque. Foram plantadas árvores ao redor da estação como forma de preservar a mata ciliar.
A estação está integrada a um sistema inteligente de operação elevatória. Ela possui tecnologia integrada ao Centro de Controle Operacional, permitindo acesso remoto de todo o sistema de esgoto da cidade, como explica Rodrigo Pereira, Supervisor da Central de Controle Operacional da Samar. “Esse Sistema de controle operacional funciona através de comunicação via internet, onde a gente consegue à distância, sem ter que vir ao reservatório, ver como está operando os sistemas de elevação e de tratamento de esgoto. A gente consegue saber quanto que tem entrando de esgoto, quando precisa ou não desligar uma bomba, quando há algum problema também, então otimiza a tomada de decisões para esse controle”, explicou.
O prefeito Dilador Borges foi o responsável por dar o “start” no sistema automatizado da estação. Com ajuda dos técnicos da Samar, o chefe do executivo ligou a segunda bomba responsável pelo recalque de esgoto. O prefeito demonstrou muita satisfação pelo fato de a concessionária estar cumprindo o contrato firmado com o município através destas obras. “Só na nossa administração é a terceira que está sendo inaugurada, e é um compromisso que o contrato traz e eles têm cumprido. A Samar tem sido uma boa parceira e é isso que interessa para a nossa administração, trazer resultados para a comunidade”, afirmou o prefeito.
De acordo com o diretor técnico da Samar, Rondinaldo Lima, a nova EEE Água Branca está dentro do investimento de R$ 100 milhões que a empresa concessionária buscou junto ao BNDES. “Estamos investindo desde 2017, é a quarta elevatória de esgoto inaugurada e faremos mais uma no próximo ano. Eu sempre falo que todos os investimentos que temos feito no município é para manter a universalização. Já existia essa elevatória e fizemos uma do lado totalmente modernizada”, disse.
Outros Investimentos
O presidente do Grupo GS Inima Brasil, Paulo Roberto de Oliveira, anunciou durante o evento no Bairro Água Branca que a Samar inaugurará dentro de 1 mês a reversão de esgoto do Bairro Engenheiro Taveira. O distrito, que conta com cerca de 3 mil moradores, já havia recebido obra de abastecimento, inaugurada em setembro do ano passado, que proporcionou a chegada de água 100% potável ao local, e agora deverá ter também o seu esgoto revertido para ETE Baguaçu.
Outro anúncio feito pelo presidente da Samar foi o provável início, já no mês de novembro, das obras de construção da nova ETA 4, Estação de Tratamento de Água, que substituirá a ETA II no Baguaçu. Para esta obra, a empresa aguarda apenas a autorização da Cetesb, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo.
Além disso, de acordo com o comissário geral da Agência Reguladora DAEA, Márcio Saito, a Samar garantiu que serão inauguradas em breve as obras de ligação de água e esgoto dos Jardins Moreira e Etharari.

Projeto para diminuição de perda de água
A inauguração da EEE Água Branca também contou com a presença de dois engenheiros sul-coreanos que estão finalizando a implantação do sistema GS Water. Yong-gyum Park e Kyu-dae Shim são os responsáveis pela instalação deste sistema de monitoramento da distribuidora de água que auxilia no combate ao desperdício.
Segundo Rondinaldo Lima, diretor técnico da Samar, através das obras de setorização feitas em Araçatuba, já foi possível diminuir o desperdício de água de 47% para algo em torno de 25% na cidade. A ideia é diminuir ainda mais.
De acordo com os engenheiros Park e Shim, o sistema implantado em Araçatuba é semelhante ao utilizado em Seul, capital da Coreia do Sul, cidade com quase 10 milhões de habitantes e que desperdiça apenas 5% de água em seu tratamento.

a8 Samar esta elevatória do água Branca (75).JPG


Compartilhe esta notícia!