14.4 C
Araçatuba
quarta-feira, maio 18, 2022

Propostas para conclusão da Avenida Pompeu de Toledo serão abertas hoje 

DA REDAÇÃO – ARAÇATGUBA

Está prevista para hoje, às 9 horas, no paço municipal de Araçatuba, a abertura das propostas da concorrência pública das obras de pavimentação da extensão da Avenida Joaquim Pompeu de Toledo no trecho entre as ruas Tupinambás/Sarjob Mendes e Anhanguera (marginal da Rodovia Marechal Rondon). O conjunto de obras, considerado um dos mais importantes da cidade, composto pela a canalização do córrego Machadinho e a pavimentação da avenida, além de serviços complementares, foi iniciado oficialmente e com evento público no dia 26 de abril de 2019 e deveria estar concluído até o segundo semestre de 2020. No entanto, vários problemas surgiram e a canalização foi concluída há poucos meses. Agora, serão abertas as propostas para as obras de pavimentação.

 

HISTÓRICO

 Os primeiros contratos foram assinados no início de 2019. A empresa TMK Engenharia S.A. foi contratada pelo valor de R$8.333.057,61 para fazer a canalização  do Córrego Machadinho e a Construtora Sanches Sanchez LTDA pelo valor de R$ 2.986.175,02 para pavimentar a avenida. A canalização foi concluída por outra empresa e agora a Prefeitura abriu licitação para a pavimentação.

A obra de canalização do Córrego Machadinho começou no final de abril de 2019 com a construção da galeria de reforço (coberta), entre a Rua Tupinambás e a rotatória da Avenida Saudade. Já nessa primeira fase da obra a empresa TMK apresentou problemas para cumprir os prazos. Depois de notificações e prazos não cumpridos, o contrato foi rescindido e uma nova licitação foi aberta.

Em agosto de 2020, após conturbado processo licitatório com vários recursos, a Acxel Engenharia Ltda. assinou contrato para execução da obra, no valor de R$ 8.710.043,32.  No Portal da Transparência indica pagamentos de R$ 9,2 milhões em 2020 e 2021, quando a obra de canalização foi concluída.

 

PAVIMENTAÇÃO

A pavimentação dependia da canalização. Com o atraso na obra, não teve pavimentar a via. A demora inviabilizou a manutenção do contrato inicial, por isso nova licitação foi aberta. O valor inicial do contrato, assinado em março de 2019, era de R$ 2.986.175,02. Na nova licitação o custo previsto é R$ 8.248.208,39.

 

 

 

Ultimas Noticias