ENTREGA - Presidente da ALESP, Carlão Pignatari, entregou honrarias pessoalmente

Policiais que combateram mega assalto são homenageados com medalha de Honra ao Mérito

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Policiais de Araçatuba foram homenageados nesta sexta-feira (12) na sede do CPI-10, o Comando de Policiamento do Interior 10 de Araçatuba, pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, por conta da atuação no combate aos atos criminosos ocorridos na madrugada do dia 30 de agosto em Araçatuba, quando bandidos fortemente armados explodiram caixas eletrônicos, fizeram civis de reféns e espalharam bombas na área central da cidade.
Na manhã de ontem, 60 policiais do 12º Batalhão de Ações Especiais de Polícia receberam do presidente da Alesp, o deputado estadual Carlão Pignatari, a medalha de Honra ao Mérito Legislativo. Outros 88 policiais receberam o certificado de Honra ao Mérito do CPI-10.
O evento contou com a participação de diversos prefeitos das cidades da região de Araçatuba e do Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Coronel Fernando Alencar. Outras autoridades policiais também estiveram presentes, como o Coronel Paulo Motooka, comandante da Polícia Ambiental do estado de São Paulo.
A ação dos policiais araçatubenses foi fundamental para que a ação dos bandidos não obtivesse êxito completo no último dia 30 de agosto. Dois civis morreram, um bandido foi morto pela polícia, e os criminosos foram embora sem ter cumprido o planejado. Bandidos chegaram a utilizar pessoas comuns como escudo humano para escapar de uma ação mais dura por parte dos policiais.
Segundo o comandante do CPI-10 de Araçatuba, Coronel PM Rodrigo Arena, a homenagem foi justa. Ele destacou o trabalho em conjunto da PM com outras forças de segurança para evitar uma ação pior dos criminosos naquela ocasião.
“Foi uma homenagem bastante justa e muito merecida aos policiais do CPI-10, do 12º Batalhão de Ações Especiais de Polícia, e também aos policiais do 2º Batalhão aqui de Araçatuba e do 28º de Andradina que vieram no apoio. A ação criminosa não teve êxito, isso foi fruto da ação da Polícia Militar e depois em parceria com os demais órgãos de segurança pública. Foi um trabalho em parceria com a Polícia Civil, com a Polícia Federal, com a perícia, com o pessoal da Polícia Técnico-Científica e também com a Guarda Municipal que nos auxiliou muito no dia seguinte”, comentou o comandante do CPI-10 de Araçatuba.
Já o Tenente Coronel PM Luiz Araújo, comandante do 12o BAEP de Araçatuba, lembrou que os policiais correram risco de vida ao combater os bandidos naquela madrugada. Ele também prestou condolências às famílias dos dois civis que foram mortos naquela noite.
“É uma grata satisfação, isso representa um reconhecimento por parte da sociedade. Os nossos policiais naquela madrugada de 30 de agosto correram risco de vida, foi uma ação muito intensa, um confronto muito intenso, e isso vem coroar o nosso trabalho, o reconhecimento pelo nosso trabalho. A gente sente muito pelos civis que foram mortos naquela noite, mas é uma satisfação muito grande pelo reconhecimento que isso proporciona, pela magnitude que representa essa honraria da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo”, comentou o Tenente Coronel.
Durante discurso feito ainda na sede do CPI-10, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Carlão Pignatari, parabenizou os policiais homenageados logo após a entrega das honrarias.
“Parabéns a todos vocês, onde mesmo os policiais que não estavam no combate, mas que ficaram no outro dia preservando os lugares onde tinham bombas que podiam ser detonadas a qualquer momento. Isso mostra honradez e compromisso de cada um de vocês”, declarou no discurso.
Mais tarde, em entrevista aos SRC, Carlão falou sobre a medalha oferecida pela Alesp aos policiais e afirmou que os deputados estaduais aprovaram por unanimidade a concessão da homenagem.
“A Assembleia Legislativa tem uma honraria, que é a medalha de honra ao mérito, que é a maior honraria que o parlamento de São Paulo pode destinar a algum cidadão brasileiro ou estrangeiro. E a assembleia toda por unanimidade resolveu homenagear os valorosos policiais de Araçatuba. Não só a Polícia Militar, mas também a Polícia Civil, a Polícia Federal, a Guarda Municipal, que fizeram um trabalho excepcional de retenção deste bando de criminosos que estiveram aqui no último dia 30 de agosto”, afirmou o presidente.
Pignatari lembrou também de ações das polícias de Minas Gerais e do Paraná, que mataram criminosos especializados no assalto de agências bancárias. Ao todo, foram 26 mortos em Varginha (MG) e outros 6 em Três Barras (PR), alguns com suspeita de participação no assalto em Araçatuba.
“Ainda bem que Minas prestou um bom serviço, parece que ela mesma tirou uma parte deles daqui, o Paraná mais um pouco. O povo paulista está muito preocupado com esse tipo de ação que é violenta”, completou Carlão Pignatari.

SOLENIDADE – Tropa se posiciona antes do início das homenagens na sede do CPI-10

Veja também

Birigui lança projeto de robótica e qualificação profissional para integração nas indústrias

DA REDAÇÃO – BIRIGUI No mês em que completa 110 anos de fundação e 100 …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *