INCINERAR -  148 redes de pesca foram destruídas em caldeira de usina

Polícia Ambiental destrói quase 10 quilômetros de redes de pesca

DA REDAÇÃO – PENÁPOLIS

Periodicamente a Polícia Militar Ambiental faz a destruição de material apreendido durante as ações de combate à pesca irregular. Todo material apreendido fica determinado período armazenado à espera de decisões administrativas. Depois é encaminhado para destruição. Esse mesmo procedimento é adotado pela Polícia Civil no caso de incineração de drogas apreendidas. A Polícia Ambiental destruiu quase 10 quilômetros de redes que estavam depositadas. A destruição foi na caldeira da Usina Aliança.

De acordo com nota da Polícia Ambiental, os materiais foram encaminhados para destruição na sede da Usina Aliança, em Penápolis, sendo destruídas 148 redes de pesca, totalizando 9.675 metros de comprimento. As redes estavam depositadas na sede da Base Operacional de Penápolis, estando além do tempo regulamentar de destruição. 

Segundo a nota da Polícia Ambiental, a ação contou com a ajuda de funcionários, para que fossem destruídas na caldeira da usina. “Cabe salientar que os chumbos foram retirados para que não houvesse  contaminação do meio ambiente”, destacou a nota.

 

APREENSÃO

No domingo (17), a Polícia Ambiental, durante intensificação do Policiamento Náutico com vistas a coibir a pesca predatória no reservatórios da Usina de Três Irmãos e Córrego do Jacaré em Valparaíso, localizou um cordão contendo 07 redes de emalhar de nylon medindo 350 metros de comprimentos, 1,50 metros de altura e malhas de 80 mm, dispostas no ambiente aquático sem plaquetas de identificação, não havendo ninguém próximo ao local.  O material foi apreendido e depositado na sede do pelotão de Araçatuba. Havia 5 quilos de peixes de diversas espécies, que foram devolvidos ao rio, por estarem vivos.

RIGOR – Polícia Ambiental apreende 350 metros de redes que estacam irregulares
DIVULGAÇÃO

 

Veja também

Ajudante é preso após roubo em joalheria de Araçatuba

Um ajudante de 40 anos foi preso na noite de segunda-feira (6) suspeito de participar …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *