24.1 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 17, 2022

Municípios ficam sem energia

Em cada uma das cidades, a gestão do serviço de energia elétrica é diferente. Entretanto, ontem, ao longo do dia, viveram transtorno semelhante: simplesmente, a falta de energia. O problema atingiu duas das maiores cidades da região. De um lado, Araçatuba, sob comando da CPFL Paulista. Do outro, Andradina, onde a Elektro é a responsável.
O incômodo se estendeu também ao município de Três Lagoas (MS), cujo sistema é gerenciado pela mesma empresa que opera em Andradina.
A enorme coincidência teve, em todos os casos, teve o curto-circuito como principal causa, cada um de maneira diferente.

ARAÇATUBA
Na maior cidade da região, a reportagem apurou que bairros próximos à região central, como Bandeiras, Bandeirantes e Higienópolis, foram afetados com a falta de fornecimento de energia.
Procurada pela reportagem, a CPFL informou, em nota, que, por volta das 9h, um objeto de construção utilizado por funcionários de uma obra caiu na rede de energia. O incidente, diz a concessionária, provocou um curto-circuito e deixou sem luz bairros pertos do Centro.
De acordo com a companhia, técnicos foram acionados e restabeleceram a energia às 8h22.
Moradores e funcionários de empresas daquela localidade ouvidos por O LIBERAL REGIONAL, no entanto, têm outra versão. Segundo eles, o problema perdurou boa parte da manhã, o que atrasou a rotina de muitas empresas.

ANDRADINA
Já em Andradina, o começo da tarde foi marcado por vários incômodos. A reportagem apurou que pelo menos oito bairros sofreram com a falta de energia elétrica após o horário do almoço.
O LIBERAL recebeu várias reclamações de moradores da Vila Mineira, Vila Passarelli, do Jardim Alvorada, Centro, Guanabara, Stela Maris, Peliciari e Botega. Muitas reclamações chegaram às emissoras do SRC em Andradina.
Conforme a Elektro, tudo começou com um curto-circuito na rede elétrica.
Era o início de um problema que durou pouco mais de uma hora. “O período total (de desabastecimento) foi das 14h até 15h18, sendo que, às 14h11, já foi normalizado, através de manobras no sistema executadas via tecnologia por comando a distância do Centro de Operação, de aproximadamente 50% dos clientes afetados”, disse a Elektro, em nota enviada por sua assessoria de imprensa ao LIBERAL. “O restante foi normalizado após a conclusão dos reparos”, conclui o texto encaminhado pela empresa.
As “manobras” citadas pela concessionária possibilitaram a transferência de clientes para outras fontes e isolação do trecho de rede com falha, reduzindo o tempo de interrupção.

TRÊS LAGOAS
Tendo a Elektro como concessionária, Três Lagoas também teve uma tarde marcada pela falta e a oscilação de energia. Foram tantas as reclamações que chegaram a congestionar os canais de atendimento da empresa, como 0800, chats e apps.

ARNON GOMES
Araçatuba

Ultimas Noticias