14.6 C
Araçatuba
sábado, maio 21, 2022

Há mais de um ano reservatórios da região não superam 50% de volume útil 

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

O período chuvoso terminou em abril. Mesmo com volume considerável de chuvas, a situação dos rios da região ainda não voltou ao normal. Há mais de um ano os reservatórios das usinas de Ilha Solteira (Rio Paraná) e de Três Irmãos (Rio Tietê) não superam a marca de 50% de volume útil e isso deixa determinados setores apreensivos, principalmente quem precisa de água para abastecimento, como Araçatuba e a navegação, que ainda não retomou a sua plenitude de operação.

Em fevereiro deste ano, o Operador Nacional do Sistema (ONS) previa que o armazenamento de água das usinas hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste deve chegar a 51,4% até o final de julho deste ano. Este cenário otimista apresentado pelo ONS foi apresentado em reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico. O percentual estimado para julho deste ano não é alcançado na região desde junho de 2020. Os subsistemas Sudeste e Centro-Oeste concentram cerca de 70% dos reservatórios do país. 

A média ideal do volume dos reservatórios é de, pelo menos, 60% da capacidade. Ou seja, o volume deverá seguir abaixo nos principais reservatórios do país. Isso é motivo para preocupação.

Levantamento feito pela reportagem aponta ue no dia 20 de abril de 2021, o reservatório de Três Irmãos estava com 50,16% de volume útil (325,63 metros). Já no dia seguinte estava com 49,35% e 325,59 metros. Na quarta-feira (04 de maio de 2022), 49,75% (325,61 metros). Já o reservatório da Usina de Ilha Solteira estava 52,26% de volume útil (325,72 metros) no dia 15 de abril do ano passado. Já no dia seguinte caiu para 325,60 metros e 49,84% de volume útil. Agora, no diua 4 de maio, estava com 49,44% de volume útil e 325,58 metros de nível. Ou seja, há mais de um ano não superam os 50% de volume útil e como as chuvas cessaram, dificilmente vai chegar a média prevista pelo ONS de 60%.

A reportagem percorreu pontos do rio e constatou que embora o nível tenha subido, ainda está muito distante da normalidade, quando se aproxima dos 327 metros a nível do mar. Portanto, a situação ainda é de apreensão para quem depende da água para atividades econômicas.

06

Ultimas Noticias