21.7 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 17, 2022

GOE prende dono de loja de suplementos com anabolizantes

No final da tarde de quinta-feira, na Rua Carlos Gomes, no centro de Araçatuba, policiais civis do GOE (Grupo de Operações Especiais) de Araçatuba prenderam o dono de uma loja de suplementos sob acusação de explorar a venda de anabolizantes e medicamentos com efedrina, cuja venda é restrita no Brasil.

Por meio de investigação, os policiais do GOE apuraram que o comerciante estaria vendendo comprimidos avulsos de efedrina que é de venda proibida sem receita médica. A polícia apurou que os medicamentos restritos eram colocados em um frasco sem identificação para camuflar o esquema.

Com mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça, os investigadores foram até a loja de suplementos alimentares e apreenderam um pote com 218 cápsulas, algumas suspeitas de conter efedrina.

No carro do comerciante foram apreendidas 10 caixas de anabolizantes que só podem ser comercializados com receita médica.

Na casa dele, os policiais encontraram mais nove caixas do mesmo anabolizante, seringas e remédio de uso veterinário. O comerciante não soube explicar como conseguiu os medicamentos de uso restrito.

A polícia apreendeu o celular do comerciante, que será encaminhado para perícia por suspeita de conter registros sobre a comercialização de produtos restritos.
O comerciante, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi autuado em flagrante por crime contra a saúde pública. A pena é de 10 a 15 anos.

PERIGO
Embora restritos no Brasil, a efedrina e outros compostos são consumidos nas academias, com a promessa de ser uma das substâncias mais eficazes para a perda de peso e para dar um “pique” a mais no treino. A efedrina é mundialmente famosa por casos de doping no esporte.

O uso de efedrina pode acarretar tremores, ansiedade, dor de cabeça e náuseas. Entre os efeitos do uso excessivo da efedrina pode-se observar: ataques cardíacos, disfunções primárias musculares, convulsões, sudorese e diurese intensas, aumento da pressão arterial e derrames.

Conforme especialistas, muitas pessoas que praticam esportes procuram por anabolizantes para aumentar a competitividade, ajudar na cura de lesões ou simplesmente por questões estéticas.

Usar anabolizantes para fins estéticos ou para aumentar o rendimento esportivo é um grande risco para a saúde, segundo a classe médica. (Regional Press)

Da Redação

Ultimas Noticias