13.9 C
Araçatuba
segunda-feira, maio 23, 2022

Gás de cozinha chega a 20% de aumento em estabelecimentos de Araçatuba

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Além do aumento no preço dos alimentos e no combustível, o gás de cozinha também ficou mais caro para os consumidores em Araçatuba. 

Com o novo reajuste nos preços dos combustíveis derivados do petróleo, como gasolina e óleo diesel, o GLP, o gás liquefeito de petróleo ou gás de cozinha, utilizado em grande parte das casas para abastecer os fogões e garantir o cozimento dos alimentos, também sofreu reajuste.

Em pesquisa feita pela reportagem nesta segunda-feira (14), uma das revendedoras, que vendia botijão de gás de cozinha de 13 kg a R$ 105 para a entrega, teve que aumentar o preço para R$ 125 nesta semana. 

Outra marca que custava R$ 100, teve o preço reajustado para R$ 120. O aumento chega a 20% em relação ao preço pago anteriormente. 

“Para buscar aqui na distribuidora os preços ficam cinco reais mais baratos, entre 115 e 120 reais”, segundo a atendente da revendedora, que confirmou, por telefone, que o reajuste já foi consequência do aumento anunciado na semana passada pela Petrobrás.

Segundo outro atendente em outra revendedora, que praticava os mesmos preços, as distribuidoras estão bem abastecidas atualmente. Durante a fase mais crítica da pandemia, em muitos momentos, achar gás de cozinha foi um problema em Araçatuba pela maior quantidade de pessoas em casa. 

Na última semana, o preço para venda por quilo do gás de cozinha passou de R$ 3,86 para R$ 4,48. O reajuste total do botijão para as distribuidoras ficou em R$ 8,06, passando para R$ 58,24. Para os consumidores, a média de aumento foi de R$ 20.

De acordo com a Petrobrás, a empresa mantém o monitoramento do mercado no atual momento, se referindo à guerra entre Rússia e Ucrânia, que elevou o preço do petróleo no mundo e causou os reajustes. Segundo a empresa, o gás de cozinha não era reajustado há mais de 150 dias.

Aumentos

Além do aumento no gás de cozinha, neste final de semana, o araçatubense também teve aumento no preço da gasolina, do óleo diesel, e do transporte coletivo. Passou a valer neste mês também, o aumento nas tarifas de água e esgoto. 

No caso do transporte, água e esgoto, os aumentos foram publicados em Diário Oficial e relacionados à inflação. 

 

Ultimas Noticias