Home Cidades Araçatuba Frente fria pode trazer chuva fraca e frio na região

Frente fria pode trazer chuva fraca e frio na região

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

Uma nova frente fria se aproxima da região de Araçatuba nesta semana e poderá trazer chuva e frio já a partir de quinta-feira (01). Por isso, os moradores podem se preparar e retirar novamente as blusas do armário, depois de muito calor nos últimos dias.

 

A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL apurou que atualmente a frente fria está no Sul e deverá atingir Santa Catarina nesta quarta-feira (31). Nessa região, a chuva deverá ser ainda mais intensa do que no Sudeste. Acontece que uma massa de ar polar acompanha a passagem das instabilidades, derrubando ainda mais as temperaturas.

 

De acordo com o climatologista Vagner Camarini, na quinta-feira a frente fria chega ao estado de São Paulo e também à nossa região, só que ainda de forma tímida. “Na quinta, o tempo já muda bastante e fica mais nebuloso. Na sexta-feira podem ocorrer pancadas de chuva de forma bem fraca e isolada”, informou durante entrevista à reportagem.

 

Apesar da expectativa de chuva, o especialista não é muito otimista, já que se ela acontecer será branda e não vai acabar com o problema da prolongada estiagem que atinge Araçatuba, por exemplo.

 

Segundo o Climatempo, na quinta-feira não deve chover em Araçatuba e a temperatura ainda se mantém equilibrada, com máxima de 31°C e mínima de 15°C. Já na sexta-feira, o tempo deverá virar. Existe a probabilidade de 90% de chover na cidade, mas apesar disso somente cinco milímetros. Durante a manhã deverá haver sol com o aumento de nuvens. As pancadas de chuva podem ocorrer à tarde e à noite.

 

Ainda de acordo com o Climatempo, no sábado (03), ainda há o risco de chuva fraca e a temperatura despenca ao longo do dia. A máxima deve atingir os 21°C e a mínima pode chegar aos 12°C. No domingo ainda estará frio, com mínima de oito graus.

 

Camarini explica que essa nova frente fria será bem parecida com a última. “Não será um frio prolongado, no máximo dois dias de frio. A partir da outra semana, a temperatura começa a subir novamente aos poucos”.

 

ESTIAGEM

 

Nos últimos três meses, segundo dados coletados do Ciiagro (Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas), choveu cerca  de cem milímetros. De maio a julho, apenas houve o registro de apenas dois dias com chuva. A última foi registrada no último dia cinco de julho, onde a cidade teve 48 milímetros.

 

A consequência disso é a seca, que atinge não só a vegetação como também causa muitos transtornos à população, principalmente àquelas que sofrem de problemas respiratórios.

 

Nos últimos dias, o jornal O LIBERAL REGIONAL tem publicado informações a respeito de incêndios de grandes proporções em pastagens. Araçatuba, por exemplo, já foi atingida, somente nesta semana, por seis ocorrências do tipo. Uma delas, às margens da rodovia Marechal Rondon (SP-300), causou um engavetamento com seis veículos por conta da fumaça e da baixa visibilidade na pista.

 

O Corpo de Bombeiros levou mais de 20 horas para conseguir controlar todos os focos. Ontem, durante a tarde, a corporação foi chamada para controlar outro incêndio, dessa vez próximo à Colormaq.

 

Outro município que sofre as consequências da estiagem é Andradina. Por lá, um grande incêndio também foi registrado na última semana perto de um frigorífico. As chamas por pouco não atingiram uma caldeira da empresa. Foi necessária a ajuda, além das viaturas de combate, de caminhões de usinas e das brigadas de incêndio da região.


Compartilhe esta notícia!