Dor familiar: marido e mulher, vítimas da covid, são sepultados juntos

Compartilhe esta notícia!

Antônio Crispim – Araçatuba

Enquanto algumas pessoas fazem questão de negar a gravidade da situação e ate mesmo contestar a necessidade de isolamento social, ignorando as orientações da comunidade científica, muitas famílias estão perdendo seus entes queridos. Em Araçatuba e cidades da região há vários relatos dede que a covid-19 matou mais de uma pessoa da mesma família, como em Lins, o casal Orrélio e Euridice Rocha. Em Araçatuba foram três irmãs e dois primos. Agora, em Araçatuba. mais uma dor familiar. Um casal morreu na Santa Casa após dias lutando contra a covid. Marido e mulher, com mais de 60 anos, foram sepultados juntos no fim da tarde de quarta-feira no Cemitério Recanto de Paz.

“Até que a morte nos separe é muito pouco pra mim.

Preciso de você por mais de uma vida. (Fabrício Carpinejar)

E assim perdemos a prima Iraci e o primo Jorge
Ela partiu bem cedinho, e ele agorinha mesmo…
Viveram juntos a vida toda, pq agora seria diferente?
Que Deus os receba em sua glória e os irmãos de luz os ampare nessa passagem…
Nós ficaremos aqui com a certeza da saudade..”,
A postagem em tom de despedida é e Adriana Castilho Ramos. Há várias outras e de familiares cobrando isolamento para que outras famílias não tenham mais perdas.
Dona Iraci Martins Ferrez foi internada no dia 26 de março na Santa Casa de Araçatuba e não resistiu à gravidade do quadro e faleceu na madrugada de quarta-feira (31). Já “seo” Jorge Sabinio Castilho foi internado no dia 22 de março e morreu no meio da manhã de quarta-feira.
A união de Jorge e Iraci transcendeu os princípios religiosos do matrimônio: “Até que a morte os separe”. Nem a morte os separou. Os dois foram sepultados juntos.
Como, como milhares de outras famílias, os parentes de Jorge e Iraci sofrem com a perda dos entes queridos.

Compartilhe esta notícia!

Veja também

Judoca Araçatubense se classifica para os Jogos Escolares Brasileiros

Compartilhe esta notícia!DAVID PRATES – Araçatuba Com apenas 14 anos, a judoca multicampeã araçatubense Sofia …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *