18.1 C
Araçatuba
quinta-feira, agosto 18, 2022

Dia das Mães anima lojistas do Calçadão de Araçatuba

A expectativa dos comerciantes do Calçadão de Araçatuba (SP) para o mês de maio é positiva em relação ao ano passado, graças ao Dia das Mães, neste ano comemorado no próximo dia 12. Os lojistas estimam aumentar o faturamento em cerca de 5%, em comparação com o mesmo período de 2018. A data comemorativa é considerada a segunda de maior do ano em movimento e de faturamento para o comércio do corredor comercial, depois do Natal. O número é o mesmo ao do levantamento feito pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo). Segundo a entidade, caso a projeção se concretize, o varejo encerrará os cinco primeiros meses deste ano com taxa acumulada de vendas 4,3% superior ao mesmo período do ano passado.
e acordo com o presidente da Associação dos Lojistas do Calçadão (Alca), César Braga, a projeção de aumento nas vendas não é grande, mas deve ser comemorada, haja vista o cenário econômico do Brasil, que ainda está em ritmo de recuperação. “Cada um tem que fazer a sua parte. O governo, trabalhando em ajustes fiscais e em uma política econômica favorável ao país, e o empresário empenhando-se em oferecer o melhor que puder, em termos de produtos e serviços, ao cliente. E o cliente também não pode ficar paralisado, pois a roda tem que girar. No caso do Dia das Mães, além de presentear essa pessoa essencial nas nossas vidas, a data é sinônimo de afeto, carinho, consideração e sobretudo reforça os vínculos familiares. É o Natal do primeiro semestre” comenta Braga.

Presentes mais procurados
Para o presidente da Alca, os grupos de artigos de consumo mais procurados neste período devem ser roupas, calçados, artigos de uso pessoal, móveis e eletrodomésticos. “A dica para o lojista é que vitrines tematizadas e promoções são atrativos que podem influenciar a compra de forma decisiva. Ainda mais hoje, quando notamos que o consumidor está mais conservador do que em anos anteriores, fazendo com que a escolha do presente se concentre mais no preço do que na marca”, analisa Braga.
O levantamento da Federação aponta que a maior taxa de crescimento das vendas, em maio, deve ser registrada pelo segmento de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos, com aumento de 3,6% no comparativo anual. Em contrapartida, as lojas de móveis e decoração devem apresentar a queda mais expressiva (-12%). Dessa forma, o faturamento dos segmentos mais impactados pelo Dia das Mães tende a atingir R$ 406,6 milhões no mês, leve queda de 0,3% em relação a maio de 2017.
Para a FecomercioSP, o varejo tende a prosseguir dentro de sua trajetória de recuperação, iniciada em 2017, mas de forma ainda gradual. Um crescimento mais expressivo vai depender fundamentalmente da melhoria contínua nos índices de desemprego, para que se viabilize o aumento da massa real de renda do Brasil.

DA REDAÇÃO
Araçatuba

Ultimas Noticias