METADE - Quase metade da população de Mirandópolis possui dívidas em contas de água

Com quase 50% de inadimplência, água vai ser cortada em Mirandópolis

DIEGO FERNANDES – MIRANDÓPOLIS

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Mirandópolis anunciou nesta semana que vai cortar o abastecimento de água de moradores que estão inadimplentes com o serviço. A previsão é que os cortes já comecem no dia 8 de novembro.
Até então, os moradores que estavam com as contas de água em atraso em Mirandópolis não chegavam a ter os seus serviços cortados. Aqueles moradores que estavam com muito tempo de atraso tinham alguns de seus bens confiscados pela Justiça no valor da dívida. Os CPFs dos clientes em atraso também não eram enviados para o SPC Serasa.
De acordo com o SAAEM, são atualmente cerca de 9 mil ligações de água no município, que possui quase 30 mil habitantes. Mais de 4 mil ligações estão com contas de água em atraso.
Para tentar facilitar o pagamento da dívida por parte dos moradores que estão devendo há mais tempo, o Serviço de Água de Mirandópolis criou um programa de parcelamento incentivado. O parcelamento pode ser feito em até 96 vezes (8 anos).
As opções são de pagamentos são: à vista com 100% de desconto nos juros e nas multas; em até 24 vezes com 90% de desconto nos juros e multas; até 96 vezes com 50% de desconto em juros e multas.
Para fazer o parcelamento, o morador com contas de água em atraso deve comparecer à sede do SAEM, em Mirandópolis, na rua 9 de julho, 1.636, no Centro. O atendimento ocorre das 8h às 11h e das 13h às 16h.
Na semana passada, a prefeitura de Mirandópolis anunciou o fim do racionamento de água que durou 110 dias, após o aumento no nível das represas São Lourenço e Santa Helena, que abastecem 70% da população.
Mesmo com o fim do racionamento, a prefeitura segue orientando para que moradores usem a água de forma consciente. As punições continuam sendo aplicadas por fiscais municipais.
Pessoas que forem pegas lavando calçadas ou veículos enquanto serão autuadas pela prefeitura. Em caso de reincidência, a multa aplicada pode chegar a R$ 250.

Veja também

Em quase 9 décadas, empresa funerária passa de geração para geração na cidade

Diego Fernandes – ARAÇATUBA Considerado um dos empreendimentos comerciais mais antigos de Araçatuba, a Cardassi, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *