ÚLTIMA - Maria Cristina foi a última a deixar hospital que foi desmobilizado ontem

Com internações em baixa, hospital é desmobilizado e Santa Casa receberá pacientes do SUS com problemas respiratórios

Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Devido a diminuição no número de casos e internações por covid-19, Araçatuba volta a ter neste mês de outubro, o seu atendimento de saúde normalizado. O Hospital Municipal, que estava desde o mês de março fazendo atendimento exclusivo de pacientes com a doença, foi desmobilizado nesta quinta-feira (30), seu último dia de funcionamento.
Quando houve necessidade de abertura de mais um local para atendimento no primeiro trimestre do ano, Araçatuba vivia o pico de casos da pandemia de covid-19, chegando perto de 200 pessoas internadas na cidade, que é referência para toda a região através da Santa Casa de Misericórdia e do Hospital Unimed.
Atualmente, de acordo com o último boletim divulgado pela vigilância epidemiológica, Araçatuba conta com apenas 21 moradores que necessitam de internação por causa de infecção pela covid-19, sendo que 12 deles apresentam sintomas mais leves e estavam sendo observados em leitos de enfermaria.
Como houve diminuição no número de internações, os 33 leitos de enfermaria que estavam disponíveis para tratamento no Hospital Municipal deixam de ser utilizados a partir de hoje. Pacientes que precisarem deste tipo de atendimento na rede pública de saúde serão encaminhados à Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba.
Nesta quinta-feira, por volta das 16h, a aposentada Maria Cristina da Silva, de 63 anos, foi homenageada pela equipe médica, enfermeiros e demais funcionários. Ela foi a última pessoa a deixar um dos leitos de enfermaria do hospital que foi desmobilizado.
Maria ficou internada por uma semana e contou que teve receio quando precisou ser atendida em um local específico, porém, ficou emocionada ao receber alta na tarde de ontem.
“Eu cheguei aqui no hospital chorando. Eu achava que não iria sair viva daqui. Estou saindo, feliz e emocionada. Recebi um ótimo tratamento e muitas palavras de incentivo e carinho. Valeu cada oração. Espero que as pessoas se cuidem e que esta doença desapareça”, disse.
Ao sair, Maria Cristina foi aplaudida por todos e recebida com uma música do lado de fora do quarto.
Atualmente, pessoas que apresentarem sintomas respiratórios devem procurar atendimento no pronto-socorro, que faz o encaminhamento para a Santa Casa, em caso de necessidade.

Diminuição de leitos
Antes da desmobilização dos atendimentos no Hospital Municipal, o Hospital da Unimed também já tinha tomado a iniciativa de diminuir os leitos de internação de enfermaria, por causa da diminuição no número de pessoas internadas pela covid-19.
A unidade particular, que até o final de agosto possuía 24 leitos de isolamento, passou a ter apenas 8, número com o qual está trabalhando atualmente. Os espaços liberados foram utilizados no atendimento de outras patologias.

Queda
Dados do governo do estado de São Paulo apontam que, na região do DRS II, o Departamento Regional de Saúde de Araçatuba, que engloba os 40 municípios da região, a taxa de ocupação de leitos de enfermaria nesta quinta-feira (30) era de apenas 9,6%, enquanto apenas 19% dos leitos de UTI estavam ocupados na área. Foram apenas 6 internações no dia de ontem na somatória dos 40 municípios, que possuem juntos mais de 800 mil habitantes.
O mês de setembro fechou com 13 mortes por covid em Araçatuba, número 65% menor do que o de agosto, com 38 moradores faleceram por causa da doença. O número de setembro é o menor de óbitos na pandemia desde maio do ano passado.
Vale lembrar que seguem sendo recomendadas a utilização de máscaras e a higienização das mãos com álcool em gel ou água e sabão e, sempre que possível, a manutenção do distanciamento de pelo menos 1 metro, para manter os casos de contaminação em baixa.


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Speed Park conclui mais uma edição da escolinha de kart

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – BIRIGUI A escolinha de kart é um projeto gratuito, realizado …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *