14.3 C
Araçatuba
quinta-feira, maio 26, 2022

Câmara extingue mandato de Evandro Molina; suplente João Moreira assume no dia 2

DIEGI FERNANDES – ARAÇASTUBA

Após praticamente 1 ano e dois meses, haverá uma troca na bancada do PP (Progressistas) na Câmara Municipal de Araçatuba. O até então vereador Evandro Molina teve seus direitos políticos suspensos pela Justiça Eleitoral, que notificou a Câmara na noite da última quarta-feira (23). Com isso, o seu primeiro suplente, o Pastor João Moreira, já foi convocado para assumir o mandato e já estará no plenário na próxima semana.

 

O futuro parlamentar conversou por telefone com a reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL na tarde desta quinta-feira (24) e mostrou-se surpreso pela rapidez da decisão da Justiça Eleitoral e não quer esperar os 15 dias de prazo para assumir a cadeira no legislativo.

 

Segundo ele, na próxima quarta-feira (2), às 9h, na sala da presidência da Câmara Municipal, ele tomará posse na vaga de Molina e já estará presente na quarta sessão ordinária do ano, que ocorre na noite do mesmo dia. 

 

Com 1.724 votos nas eleições municipais de 2020, Pastor João Moreira foi o oitavo vereador mais votado da cidade. Durante conversa com a reportagem, ele afirmou estar correndo com a documentação, mas afirmou que, apesar de pastor evangélico, não terá bandeira única voltada apenas à causa religiosa em seu mandato.

 

“Minha bandeira é Araçatuba, é procurar trabalhar para os munícipes de forma em geral. Minha votação é expressiva no meio evangélico, mas uns 40% dos votos vêm do público em geral. Sou evangélico, mas pretendo trabalhar por todos”, afirmou Moreira.

 

O Pastor João Moreira, de 59 anos, é servidor público municipal há 23 anos. Ele é ministro evangélico há 34 anos e chegou a ser vereador por 15 dias em 1999, quando assumiu também como suplente na oportunidade.

 

Ele conta que desta vez não estava esperando e mesmo sabendo das pendências que poderiam complicar o mandato do seu colega de partido, ficou surpreso com a notificação da Câmara Municipal para assumir o mandato.

 

“Eu não contava mais com isso, sinceramente, não tinha nenhuma perspectiva. Para mim foi muito surpreendente. Aproximadamente um mês atrás começaram as notícias e mesmo assim não criei expectativa”, disse o parlamentar, que adiantou que deve adotar uma postura favorável a atual administração. 

 

Cassado

 

A Câmara Municipal de Araçatuba extinguiu nesta quinta-feira (24) através do ato número 5, o mandato do vereador Evandro Molina, devido à suspensão dos seus direitos políticos. 

 

O motivo da suspensão foi o mesmo que quase o impediu de tomar posse como vereador no início do mandato em 2021. Na época, seu registro de candidatura foi cassado e seus 1.907 votos não foram computados no dia da eleição, porém, ele conseguiu recurso no Tribunal Regional Eleitoral que permitiu que ele tomasse posse.

 

Molina teve uma condenação por crime de receptação que foi anterior à sua eleição, em julho de 2020. Ele teria recebido carga de carne de frango roubada pelas mesmas pessoas que teriam fornecido o produto para seu estabelecimento comercial. 

 

Em contato com a reportagem nesta quinta-feira (24), Molina afirmou que não podia falar muito sobre o caso por orientação do seu atual advogado, mas adiantou que entrará com recurso para reaver seus direitos políticos e, consequentemente, seu mandato.

Molina afirma ser vítima de perseguição política e nega o motivo pelo qual foi condenado. 

 

 

EXTINTO – Mandato de Evandro Molina foi extinguido ontem pela Câmara25

 

Ultimas Noticias