14.7 C
Araçatuba
quarta-feira, agosto 10, 2022

Araçatuba segue com mais 60 mil faltosos na vacinação de covid-19; cidade tem quase 70% com três doses

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Araçatuba mantém a média de mais de 60 mil faltosos das vacinas da covid-19. Dados divulgados pela saúde do município na última sexta-feira (24), apontam que a cidade ainda tem um alto número de pessoas que não completaram o esquema vacinal.

O maior número de faltosos está naquele público que não começou a tomar as doses de reforço. São 49.041 moradores que não tomaram a terceira dose da vacina contra o coronavírus. 

Outras 11.227 pessoas não voltaram nem mesmo para tomar a segunda dose da vacina. No total, são 60.268 faltosos. 

De acordo com especialistas, a vacina contra a covid-19 é a responsável pela considerável diminuição de casos graves e internações por causa da doença. Mesmo com o aumento de casos a partir de maio, os leitos dos hospitais permaneceram vazios e foram registradas oito mortes.

Nos últimos dias, o número de contaminados pela covid-19 também vem caindo. Ontem, por exemplo, foram 41 ocorrências de casos positivos.

Vacinados

Atualmente, mais de 93% da população de Araçatuba tomou ao menos uma dose da vacina e 91,4% tomou duas doses. 

No caso da terceira dose, a porcentagem de vacinados diminui para quase 69%. Isso vale dizer que 131.462 pessoas estão com pelo menos três doses da vacina. 

Atualmente, a quarta dose está liberada para pessoas acima de 40 anos. A quinta dose está liberada para idosos com comorbidades. Já entre 12 e 39 anos estão liberadas três doses, e duas para crianças entre 5 e 11 anos. 

Até o próximo dia 30 de junho, as vacinas contra a covid-19 são aplicadas no Hospital Municipal, nos dias úteis das 7h30 às 23h, e aos sábados e domingos das 7h30 às 18h. Além disso, há rodízio entre as UBSs de terça à sexta. 

Às terças, a vacinação ocorre nas UBSs TV, Umuarama I, São José e Morada dos Nobres; às quartas nas UBSs Turrini, Alvorada, Planalto e Iporã; às quintas no Águas Claras, Dona Amélia, Taveira e Centro; e às sextas na Maria Tereza, Atlântico, Umuarama II, São Vicente e Pedro Perri.

As unidades básicas de saúde da zona urbana funcionam das 7h às 19h, com exceção das unidades do Planalto, Umuarama I e Pedro Perri, que funcionam das 7h às 22h.

A partir do dia 1º de julho, com o fim do contrato emergencial com a OSS Mahatma Gandhi, a maior parte dos serviços do HM serão transferidos para as unidades básicas de saúde. Com isso, as vacinas contra a covid serão aplicadas somente nas UBSs. 

 

 

Ultimas Noticias