Home Cidades Araçatuba Aproveitamento de prédios públicos é outra promessa não cumprida de Dilador

Aproveitamento de prédios públicos é outra promessa não cumprida de Dilador

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

O plano apresentado foi dividido em áreas distintas. Em todas elas são citadas obras e ações do governo que não se concretizaram, como o “zelo pelo dinheiro público”, que a operação #tudonosso mostrou exatamente o contrário.

 

RECUPERAÇÃO DA ÁREA DA PEDREIRA

No item Planejamento – Infraestrutura Urbana e Rural Mobilidade e Trânsito são apresentadas várias propostas, mas a maioria não saiu do papel.

Na página 10 do Plano de Governo apresentado por Dilador Borges Damasceno e Edna Flor em 2016 consta: “Recuperar a área municipal que inclui a antiga pedreira, na Avenida. Waldir Felizola de Moraes e transformá-la em ponto para turismo e lazer, como previsto no projeto original do Parque Ecológico Baguaçu (Peba).

No entanto, que se observa no local é que os quadro anos se passaram e nada foi feito no local. Nem mesmo a limpeza da área externa ou manutenção da cerca. A área está abandonada e a lagoa coberta por matéria orgânica sem que qualquer projeto ou plano tenha sido apresentado para urbanizar ou deixar a área com menos aspecto de abandono.

A área, como um todo, demonstra o descaso da administração Dilador. Não há qualquer sinal de ação do poder público.

 

APROVEITAMENTO DE PRÉDIOS PÚBLICOS

Na página no do plano de governo consta “Estabelecer parceria com os Governos Estadual e Federal para cessão de

prédios públicos que não estejam em uso, diminuindo despesas com aluguéis, como, por exemplo, para a implantação da Casa dos Conselhos na antiga Cadeia Pública”.

Ao longo de quatro anos de governo Dilador e Edna Flor não foi isso que se viu. O prédio da cadeia pública continua abandonado em área nobre da cidade.

Um dos casos mais emblemáticos é do prédio da união na Avenida Brasília 2,683. Em setembro de 2017, o próprio município anunciou que a União cedeu à Prefeitura o prédio para adequação e instalação da Vara da Fazenda Pública, que funciona em péssimas condições em antigos prédios na área que que era da Rede Ferroviária Federal, no centro da cidade.

Passaram-se mais de 2 anos e a administração Dilador e Edna não conseguiu avançar nessa iniciativa, buscando solução para algum problema que tenha surgido em todo o processo. Faltou competência ou boa vontade para resolver o problema.

DESCASO – O prédio da antiga cadeia, em área nobre de Araçatuba, continua abandonado
SONHO – A mudança da Vara da Fazenda para o prédio da Avenida Brasília continua no papel

Compartilhe esta notícia!