CUIDADOS - Eliezer Soares da Rocha cultiva hortaliças e frutas na sacada do apartamento ANTÔNIO CRISPIM

Aposentado transforma sacada de apartamento em área de produção de verduras 

Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

O bancário aposentado Eliezer Soares da Rocha, 75 anos, desafiou a lógica e os incrédulos. Quando disse que iria fazer uma horta na sacada do apartamento onde mora, em Araçatuba, muita gente duvidou e outros tentaram dissuadi-lo da ideia. Ele foi perseverante. E alguns meses depois, já tem alface, coentro, salsinha, salsão, batata-doce, cebolinha e até morango, cujos primeiros frutos deverão ser consumidos nesse fim de semana. Ele e a mulher estão ansiosos para sentirem o sabor do fruto. Enquanto há pessoas que se dedicam à criação de cães e até pássaros no apartamento, “seo” Soares, como é mais conhecido no condomínio, optou pelas plantas. E ainda tem espaço para flores, como suculentas e orquídeas em áreea de menos de 4 metros quadrados.

Soares asceu em São Félix, na Bahia. Ainda criança veio para São Paulo com os pais e outros irmãos. Trabalhou desde jovem. Muito novo ingressou no antigo Banespa – Banco do Estado de São Paulo. Foi no Banespa que percorreu várias cidades do interior de São Paulo. Aposentou-se em 1994. Há vários anos, como a sua mulher é professora, fixou residência em Bauru, onde ela atuava na rede estadual e depois na rede municipal. Como a família da mulher é de Araçatuba, pensavam em voltar, o que foi consumado quando ela se aposentou. 

Em Bauru, Soares disse que fez um curso de jardinagem no Sesi. E esse curso foi fundamental para enfrentar o desafio e mexer com as plantas. Nada dele é improvisado. Tudo é feito com planejamento. As plantas estão em vasos simétricos sobre bancadas de madeira, feitas sob encomenda e com rodinhas para facilitar a mudança de local para limpeza. Como moram ele e a mulher, tudo é feito para facilitar o trabalho.

Com equipamentos de jardinagem, Soares passa o tempo remexendo a terra nos muitos vasos e aprendendo novas técnicas de cultivo e recuperação de plantas. Para ele, tudo é um aprendizado. Segundo o bancário aposentado, as múltiplas cores das plantas deram mais vida à sacada do apartamento. Ele disse que fica contemplando as plantas e já está consumindo os produtos. Soares relacionou, em ordem alfabética, o que está plantado: alecrim, alface, cebolinha (duas variedades), coentro, hortelã, salsão e salsinha, além de batata-doce e morango. Cultiva também as suculentas e as orquídeas.

 

QUALIDADE – Verduras e temperos fresquinhos direto da horta da sacada
ANTÔNIO CRISPIM

 


Compartilhe esta notícia!

Veja também

Salsaretti deve gerar até 600 empregos diretos com aumento de linha de produção em Araçatuba

Compartilhe esta notícia!  A empresa Salsaretti, um braço do grupo Predilecta, em Araçatuba, anunciou nesta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *