22.2 C
Araçatuba
sexta-feira, maio 20, 2022

Aposentado transforma sacada de apartamento em área de produção de verduras 

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

O bancário aposentado Eliezer Soares da Rocha, 75 anos, desafiou a lógica e os incrédulos. Quando disse que iria fazer uma horta na sacada do apartamento onde mora, em Araçatuba, muita gente duvidou e outros tentaram dissuadi-lo da ideia. Ele foi perseverante. E alguns meses depois, já tem alface, coentro, salsinha, salsão, batata-doce, cebolinha e até morango, cujos primeiros frutos deverão ser consumidos nesse fim de semana. Ele e a mulher estão ansiosos para sentirem o sabor do fruto. Enquanto há pessoas que se dedicam à criação de cães e até pássaros no apartamento, “seo” Soares, como é mais conhecido no condomínio, optou pelas plantas. E ainda tem espaço para flores, como suculentas e orquídeas em áreea de menos de 4 metros quadrados.

Soares asceu em São Félix, na Bahia. Ainda criança veio para São Paulo com os pais e outros irmãos. Trabalhou desde jovem. Muito novo ingressou no antigo Banespa – Banco do Estado de São Paulo. Foi no Banespa que percorreu várias cidades do interior de São Paulo. Aposentou-se em 1994. Há vários anos, como a sua mulher é professora, fixou residência em Bauru, onde ela atuava na rede estadual e depois na rede municipal. Como a família da mulher é de Araçatuba, pensavam em voltar, o que foi consumado quando ela se aposentou. 

Em Bauru, Soares disse que fez um curso de jardinagem no Sesi. E esse curso foi fundamental para enfrentar o desafio e mexer com as plantas. Nada dele é improvisado. Tudo é feito com planejamento. As plantas estão em vasos simétricos sobre bancadas de madeira, feitas sob encomenda e com rodinhas para facilitar a mudança de local para limpeza. Como moram ele e a mulher, tudo é feito para facilitar o trabalho.

Com equipamentos de jardinagem, Soares passa o tempo remexendo a terra nos muitos vasos e aprendendo novas técnicas de cultivo e recuperação de plantas. Para ele, tudo é um aprendizado. Segundo o bancário aposentado, as múltiplas cores das plantas deram mais vida à sacada do apartamento. Ele disse que fica contemplando as plantas e já está consumindo os produtos. Soares relacionou, em ordem alfabética, o que está plantado: alecrim, alface, cebolinha (duas variedades), coentro, hortelã, salsão e salsinha, além de batata-doce e morango. Cultiva também as suculentas e as orquídeas.

 

QUALIDADE – Verduras e temperos fresquinhos direto da horta da sacada
ANTÔNIO CRISPIM

 

Ultimas Noticias