22.8 C
Araçatuba
sábado, junho 25, 2022

Após ser proibida em dezenas de países, animação “Lightyear” estreia em Araçatuba

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A animação que causou polêmica ao ser banida em pelo menos 14 países do Oriente Médio chega aos cinemas de Araçatuba neste feriado de Corpus Christi (16).

“Lightyear”, a animação solo do personagem Buzz Lightyear, cujo boneco é integrante do universo de Toy Story, acabou proibida de ser exibida em países como Arábia Saudita, Indonésia, Emirados Árabes, Egito, Malásia, Líbano, além da China, o mercado mundial com o maior número de salas de cinema no planeta. 

O motivo do banimento é por causa de um beijo homossexual ocorrido em certa altura da produção entre a personagem Alisha Hawthorne e sua namorada. A cena chegou a ser excluída pela Pixar, produtora pertencente à Disney, mas ela acabou sendo mantida após protesto feito por colaboradores da empresa. 

Nos países do ocidente, a estreia da produção acontece simultaneamente à primeira exibição nos cinemas norte-americanos.

Na história, é contada a origem do herói Buzz Lightyear, que inspirou o brinquedo que dá origem à saga de “Toy Story” (1995). Lightyear fica preso em um planeta que está a 4,2 milhões de anos-luz da Terra e tenta retornar enquanto luta contra a presença alienígena Zurg, que possui um exército de robôs.

O filme é a estreia do diretor Angus Maclane na função em um longa-metragem. Antes, ele havia dirigido dois curtas, “Um Pequeno Grande Erro” (2011) e “Toy Story de Terror” (2013). 

A produção também traz uma nova voz para Buzz Lightyear. Com o boneco feito por Tim Allen (“Meu Papai é Noel”, 1994) nos filmes de Toy Story, o personagem original agora é interpretado por Chris Evans (“Vingadores: Ultimato”, 2019). No Brasil a mudança também ocorreu. O consagrado dublador Guilherme Briggs (Professor na série “As Meninas Superpoderosas”), que deu voz ao boneco inclusive na série animada, dá espaço ao apresentador Marcos Mion na voz do herói. 

Este é o primeiro spin-off da Pixar, o que significa dizer que é a primeira produção que tem sua história baseada em um personagem que aparece em outro filme da produtora. A produção atual se passa antes dos acontecimentos da saga “Toy Story” e por isso conta com uma linha mais retrô. 

Segundo os produtores, “Lightyear” seria o filme que teria dado origem à uma linha de brinquedos, da qual saiu o boneco que aparece em “Toy Story”. 

“Lightyear” já conta com boa avaliação dos críticos. Segundo o site norte-americano Rotten Tomatoes, a aprovação do longa-metragem é de 82%, índice baseada em mais de uma centena de comentários. Ainda não há termômetro do público, já que a animação passará a ser vista nesta quinta. 

Cinemas

“Lightyear” estará nos cinemas de Araçatuba em diversos horários a partir de hoje. Nas salas do Shopping Praça Nova, a produção será exibida às 14h15, 14h30, 16h30, 16h45, 19h e 20h30 na versão 2D; e às 16h e 18h15 na versão 3D.

Já nas salas do Araçatuba Shopping, a exibição em 2D ocorre às 14h, 14h30, 19h e 19h30. Em 3D, o filme é exibido às 17h30.

Todas as exibições são dubladas em português e a classificação indicativa do filme é livre. 

PROBIDO – Filme foi proibido em vários países por beijo homossexual da personagem Alisha Hawthorne
Crédito: Reprodução Disney Pixar
VOZ – Marcos Mion é a voz de Buzz Lightyear, na versão original o personagem foi feito por Chris Evans
Crédito: Reprodução TV Globo

Ultimas Noticias